Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
32ºmax
21ºmin
Notícias

Proibição do Cultivo de Soja (Vazio Sanitário) se encerrou em MS, SP, PR e MT

20 setembro 2012 - 00h45Por Assecom
Proibição do Cultivo de Soja (Vazio Sanitário) se encerrou em MS, SP, PR e MT

  Terminou no sábado, 15, o período de proibição da manutenção de plantas vivas e ou cultivo de soja em Mato Grosso do Sul. Conhecido como vazio sanitário da cultura da soja.

Que corresponde a um período no qual não deve haver hospedeiro preferencial (plantas de soja) para a o fungo, agente causador da ferrugem Asiática da soja (Phakopsora pachyrhizi), minimizando a disseminação do mesmo. 

Esse ano alguns estados anteciparam o calendário, como e o caso de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Assim segundo levantamento realizado pelos acadêmicos pertencentes ao Grupo PET Agronomia e Engenharia Florestal da UFMS (Campus de Chapadão do Sul) o vazio se encerrou em 15 de Setembro também no Paraná e em Mato Grosso, se estendendo até 30 de setembro em Goiás e Minas Gerais.

Normalmente, esse período corresponde a três meses (90 dias) nos quais fica proibido o cultivo de soja e é obrigatória a destruição de plantas tigueras (remanescentes do cultivo anterior), como ocorre no estados de MS, MT, MG, SP, PR, GO, DF, TO, RO. Porém para MA, BA, PA o período e de apenas 60 dias.

Assim como, ocorre pela primeira vez na safra 2012 no Paraguai (1º de junho a 30 de agosto, em todo o território). 

Em 2012 alguns estados optaram por antecipar o calendário do vazio. Favorecendo o cultivo antecipado de soja e em algumas regiões. Assim como, a semeadura precoce de outras culturas, como o milho e algodão safrinha. Uma das medidas mais eficazes para o controle da ferrugem na soja é justamente evitar o plantio em épocas favoráveis à ocorrência da doença, impedindo que o fungo ataque plantas muito jovens e complete vários ciclos na lavoura. 

O vazio e regulamentado por leis ou decretos estaduais, baseados em instruções normativas específicas. Buscando adequar a realidade de cultivo da soja de cada região. Assim, cada estado possui seu calendário próprio e os órgãos de vigilância sanitária estaduais são os responsáveis pela fiscalização e aplicação de sanções aos produtores que não respeitam o mesmo. 

Apesar do período de vazio sanitário ter se encerrado em todos esses estados, isso não é sinônimo que o produtor deve semear soja imediatamente. Já que esse período representa apenas uma importante ferramenta de controle da ferrugem. 

Enquanto, a época de semeadura ideal dessa cultura depende muito das características da variedade a ser adotada bem como das características Edafoclimáticas da microrregião na qual a propriedade se encontra. Para a região dos Chapadões (noroeste do estado de MS) as épocas ideias de cultivo são de 20 de outubro a 05 de novembro, em solos argilosos. Aponta Jefferson Anselmo (pesquisador Fundação Chapadão).