Menu
Busca terça, 23 de abril de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
22º
Logística

Preço médio do frete cai 3,61% em outubro e registra terceiro mês de queda consecutiva, aponta Repom

O recuo acompanha a nova tabela de preços mínimos dos fretes rodoviários, que passou a contar com reduções de 2,89% a 3,68%

25 novembro 2022 - 09h51Por Thaís Silva | Da Assessoria
Preço médio do frete cai 3,61% em outubro e registra terceiro mês de queda consecutiva, aponta Repom

De acordo com dados do Índice de Frete Repom (IFR), o preço médio do frete por quilômetro rodado fechou outubro a R$ 7,20, um recuo de 3,61% em relação ao mês de setembro e a terceira queda consecutiva se comparado aos meses anteriores. No início de outubro, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou a nova tabela de preços mínimos dos fretes rodoviários, que passou a contar com reduções de 2,89% a 3,68%, a depender do tipo de tabela de transporte, se A, B, C ou D. 

No último dia 20 de setembro, passou a valer a redução de 5,80% para o litro do diesel vendido às refinarias. A correção na tabela de frete segue a definição da Lei 14.445/2022, que determina que o reajuste ocorra sempre que o valor do diesel oscilar mais de 5% para menos ou para mais.  

“Em outubro, o preço médio do litro do diesel registrou redução de pouco mais de 2% em relação a setembro, e fechou o mês a R$ 6,97 o comum, e a R$ 7,06 o S-10, de acordo como Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Porém, no comparativo com outubro de 2021, em que o preço médio do frete estava custando em média R$ 4,91, o aumento no valor chegou a 47% em um ano”, destaca Vinicios Fernandes, diretor da Repom.

O IFR é um índice do preço médio do frete e sua composição, levantado com base nas 8 milhões de transações anuais de frete e vale-pedágio administradas pela Repom. Marca da Edenred Brasil, a Repom é especializada em soluções tecnológicas de gestão e pagamento de despesas para o mercado de transporte rodoviário de carga, e há 29 anos, é líder no segmento de pagamento de frete e vale-pedágio, com mais de 1 milhão de caminhoneiros atendidos por suas soluções em todo o Brasil.