Menu
Busca sábado, 08 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
31ºmax
17ºmin
Notícias

Palavra do Presidente " A democracia se realiza no interesse público"

26 novembro 2010 - 00h00Por Informativo Acrissul em Ação/Folha do Fazendeiro

Um dos grandes legados que o mundo grego deixou para a sociedade foi a democracia e um entendimento inquestionável sobre a Política, no seu sentido mais amplo. Nessa compreensão sobre o fenômeno político, nos ensinaram que a arte de fazê-la era algo superior, que o exercitar de seus conceitos causaria reflexos sobre a organização social e a vida de todos os indivíduos. E o mundo moderno às vezes parece esquecer-se disso.

Tivemos no Brasil de 2010 uma das disputas eleitorais mais democráticas dos últimos tempos, numa realidade quase norte-americana, onde as forças políticas se dividiram em praticamente dois pólos, com cada um deles representados ideologicamente segundo cada corrente.

No final, venceu o desejo da maioria, como em qualquer moderna democracia. Passadas as eleições, vencidos os conflitos e confrontos políticos e ideológicos,é hora de volvermos nossos corações e mentes para algo mais grandioso que qualquer disputa eleitoral: o interesse público. É nele que a política se concretiza, visando tão somente o atendimento do bem comum.

Aqui, do nosso lado, onde a agropecuária sofre derrotas e registra vitórias, diariamente, vamos contribuindo para construir um Mato Grosso do Sul cada vez mais diversificado economicamente, e um Brasil cada vez mais competitivo e representativo no mercado internacional.

O mercado da pecuária nunca esteve numa posição tão confortável, com as leis de mercado atuando a seu favor, embora com crise instalada em elos da cadeia produtiva da carne, mas seguramente trata-se de um ajustamento de mercado.
 
No início do mês tivemos a grata satisfação de saber, através dos inquestionáveis números do IBGE, que o PIB brasileiro registrou uma elevação histórica em 2008, em relação ao ano de 2007. Segundo o relatório do instituto, “a economia brasileira, em 2008, apresentou expansão em volume do Produto Interno Bruto (PIB) de 5,2% em relação ao ano anterior. Em valores correntes, o resultado alcançado foi de R$ 3.032 bilhões, e o deflator (variação média dos preços em relação à média dos preços do período anterior) do PIB, 8,3%.

Naquele ano, o PIB per capita atingiu R$ 15.989,75, o que representa uma variação em volume de 4,1% em relação ao observado em 2007.” E o que mais nos enche de orgulho é saber que a agropecuária é a atividade com maior crescimento (6,1%), com aumento em todos os seus segmentos (pecuária, agricultura, pesca e exploração florestal). Cresceu mais que a indústria de transformação, por exemplo, que registrou aumento de 3,8%.E em 2011 as cortinas se abrirão para um cenário ainda mais positivo para o campo.

O valor da arroba ainda continuará crescendo até o pico da entressafra, e a julgar pelas causas da redução do rebanho sul-mato-grossense, a partir de 2005 com o último foco de febre aftosa registrado, ainda teremos uns 3 anos para que a oferta de gado seja retomada a níveis que justifiquem um freio na cotação da arroba. A hora é de ajustarmos os ponteiro, todos. Seja Poder Público, seja segmentos produtivos, instituições e entidades ruralistas. Há muito para se fazer pelo Estado, há muito para se fazer pelo Brasil. Somos todos a favor do progresso.


 

Francisco Maia

Presidente da Acrissul