Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
23ºmin
Integração

MS e Bolívia alinham projetos de desenvolvimento para região de fronteira

16 outubro 2020 - 11h34Por Bruno Chaves | Subcom

O governador Reinaldo Azambuja recebeu na tarde de quarta-feira (14) o embaixador da Bolívia no Brasil, Wilfrido Rojo Parada, e o cônsul do país vizinho em Corumbá, Enrique Gonzales Antelo, para alinhar projetos de interesse em comum que prometem desenvolver a região de fronteira de Mato Grosso do Sul. O encontro aconteceu na governadoria, em Campo Grande.

As tratativas dos governos boliviano e sul-mato-grossense giraram em torno da compra direta do gás natural da Bolívia; da estruturação da hidrovia Paraguai-Paraná, com dragagem do Canal do Tamengo; e da melhoria da infraestrutura ferroviária nos dois países, especificamente no trecho da Malha Oeste (Bauru-Corumbá), que integra a Ferrovia Transamericana – corredor interoceânico que liga os portos de Santos (SP) e Arica (Peru).

Reinaldo Azambuja destacou a importância da Bolívia como parceiro estratégico de Mato Grosso do Sul e se comprometeu em articular junto ao Ministério da Infraestrutura do Brasil o avanço dos projetos ferroviário e hidroviário, afirmou o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que ficará à frente das discussões junto ao País vizinho.

"O governador se posicionou nesses pontos que são importantes para o desenvolvimento do nosso Estado", afirmou o secretário. "Trabalhando a integração Mato Grosso do Sul-Bolívia podemos avançar nesses projetos meio ambiente, economia e logística que são de interesse mútuo entre os dois governos", completou Jaime Verruck.

Empresários bolivianos, membros do governo de Santa Cruz e o secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica de Mato Grosso do Sul) também participaram da reunião técnica.