Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
25ºmax
18ºmin
Notícias

Ministério apoia venda de 645 mil toneladas de trigo

04 dezembro 2009 - 00h00Por MAPA

Dois leilões do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para apoiar a comercialização do trigo por meio de Prêmio de Escoamento do Produto (PEP), estão programados para este mês, com oferta de 350 mil toneladas. O primeiro será na quinta-feira (10) e o segundo até o fim do mês.

Nessa quinta-feira (3), foram comercializadas 295 mil toneladas de trigo, do total de 315 mil toneladas ofertadas, garantindo a venda do grão pelo preço mínimo fixado pelo governo e seu deslocamento para regiões deficitárias. Foram beneficiados produtores rurais da Bahia, de Goiás, de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

PEP - Pelo PEP, o governo paga o prêmio ao comprador que garanta o preço mínimo ao agricultor e que encaminhe o produto para região pré-determinada, de acordo com as necessidades de abastecimento do País. Com esse mecanismo, o governo pode conduzir a política complementar para abastecimento de regiões com déficit e melhorar a distribuição dos produtos agrícolas, sem a necessidade de comprá-los

OOC e AGF - O Mapa liberou R$ 62 milhões para as Operações Oficiais de Crédito (OOC) na aquisição de trigo dos produtores rurais. E, por meio de Aquisição do Governo Federal (AGF), o governo beneficiará produtores de todo o Brasil, com a compra total de 120 mil toneladas de trigo.

“Com este volume de recursos será possível apoiar cerca de quatro mil produtores, principalmente da região Sul”, calcula o coordenador-geral de Cereais e Culturas Anuais do Mapa, Silvio Farnese. Para atender maior número de agricultores, o limite por beneficiário será de 30 toneladas (500 sacas de 60Kg).

Produtores interessados em vender trigo ao governo federal devem depositar o grão em armazém credenciado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O produto deve estar limpo, seco e classificado.