Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
22ºmin
Notícias

Média de cotação do boi gordo nos meses de novembro e dezembro teve recuo de 2,7% em 10 anos

27 novembro 2012 - 19h31Por Scot Consultoria

 Entre novembro e dezembro, na média entre 2001 e 2011, houve recuo de 2,7% na cotação do boi gordo em São Paulo, segundo levantamento da Scot Consultoria. Apenas nos anos de 2001 e 2011 houve valorização em dezembro, frente a novembro, com altas de 0,6% e 2,4%, respectivamente.

Nos dois anos em que houve apreciação no mês de dezembro, as cotações haviam subido consistentemente entre janeiro e novembro. Em 2001, a valorização do período foi de 15,5% e, em 2007, o preço subiu 34,7% até novembro.

A cotação média do boi gordo no mês atual está em R$ 99,77 por arroba, a prazo, valor 0,2% menor que em janeiro. Caso o mercado se comporte de maneira semelhante à série analisada, o preço em dezembro ficaria ao redor de R$ 97,10 por arroba, em média.

Especulação e lentidão nos negócios do boi gordo

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na segunda, dia 26, boa parte dos frigoríficos não negociava e testava valores menores para a arroba do boi gordo. Em São Paulo, a referência fechou em R$ 98,50 por arroba à vista e R$ 100,00 por arroba a prazo. As ofertas de compra abaixo desses preços travam o mercado.

A pressão de baixa funcionou em Goiânia (GO). A cotação da arroba saiu de R$ 95,00 por arroba, à vista, para R$ 94,00 por arroba, nas mesmas condições, com queda de 1,1%.

Em Pelotas (RS), a oferta de boiadas encurtou. A saída de animais das pastagens cultivadas está no final, dando força para a alta de 1,6%. Nesta região, o quilo do animal vivo é negociado por R$ 3,10 e a expectativa é de preços firmes.

No mercado atacadista de carne com osso, as vendas foram fracas nos últimos dias. Os estoques estão relativamente abastecidos. O boi casado de animais castrado tem sido negociado por R$ 6,38 por quilo. A vaca casada é negociada por R$ 6,00 por quilo.