Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
22ºmin
Notícias

JBS nega reestruturação nos EUA

02 agosto 2010 - 00h00Por Bloomberg.

Segundo notícia da Bloomberg, a JBS S.A. estaria planejando a separação de sua subsidiária americana Pilgrim's Pride para limitar a participação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) na empresa.

De acordo com a agência, a intenção do grupo seria combinar a processadora de frango Pilgrim's com sua própria operação americana, a JBS USA. Isso faria com que o BNDES tivesse uma participação reduzida na empresa.

Em dezembro, o banco anunciou a compra de US$ 2 bilhões de debêntures emitidas pelo JBS que poderão ser convertidas em ações da companhia se a unidade americana não fizer IPO até o fim deste ano. Isso praticamente dobraria a participação do BNDES na empresa para mais de 30%, o que poderia ser questionado pelos investidores. Em maio, o presidente do grupo JBS, Joesley Batista, admitiu atraso nos planos e descartou o IPO para este ano, o que levaria de forma compulsória à conversão das debêntures em ações.

Entre os analistas, a hipótese da separação da Pilgrim's é pouco provável. "O BNDES é um parceiro importante do JBS, uma iniciativa dessa seria um tiro no pé", diz Cauê Pinheiro, da SLW corretora. Segundo a Folha de S.Paulo apurou junto a executivos próximos à companhia, a "blindagem" dos negócios nos EUA seria apenas parcial, e a JBS não estaria interessada em "correr riscos para as futuras operações" nas quais o banco poderia auxiliar.

A JBS S.A. comunicou em nota que a Companhia não está envolvida em negociações de fusão e/ou aquisição. "Além disso, referente ao artigo publicado pela Bloomberg sob o título em inglês "Brazil's JBS Considers Spinning Off Pilgrim's Pride to Limit BNDES Stake" (JBS Brasil considera desmembrar a Pilgrim's Pride para limitar participação do BNDES), a Companhia informa que a notícia é completamente infundada".