Menu
Busca sexta, 25 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
19ºmin
Notícias

Governo vai investir R$ 3,5 milhões para restaurar trecho entre Figueirão e Camapuã

21 novembro 2017 - 00h00Por Sehinfra

Situada na região norte do Estado, a rodovia MS-436, importante rota de escoamento agropecuário, deverá ser restaurada nos próximos meses. O Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (21.11), o resultado da licitação para restaurar pontos críticos do trecho da rodovia entre os municípios de Figueirão e Camapuã.

 
Segundo a publicação serão restaurados oito quilômetros da rodovia, que receberão investimentos de R$ 3.462.435,60. De acordo com a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) além de restaurar o pavimento serão realizados trabalhos de drenagem profunda, item que não foi contemplado pelo projeto da rodovia à época da pavimentação. A empresa vencedora do certame é a Transenge Engenharia e Construções Ltda.
 
Cascalhamento para Naviraí
Além do resultado da licitação da MS-436, também foi publicado no DOE o resultado  para  a restauração primária (cascalhamento) e drenagem de uma rodovia vicinal do município de Naviraí.
 
De acordo com publicação a rodovia NV 26, entre  o entroncamento da MS-141 e o entroncamento da MS-489, numa extensão de 33 quilômetros, deverá receber os serviços. O investimento é de R$ 1.619.798,28 e a obra será executada pela Terpavi – Terraplenagem e Pavimentação.

Leia Também

STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Repercussão geral
STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Fim dos Conflitos
Câmara aprova projeto que regulamenta demarcação de terras indígenas
Aprovado o mérito na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o substitutivo ao PL 490/2007 aguarda análise dos destaques para seguir ao Plenário
Notícias
Cai diferença entre valor da arroba e carne no atacado
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida
Análise
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida