Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
21ºmin
Notícias

FCO debate ação de apoio a cadeia da carne

14 abril 2010 - 00h00Por Seprotur

Proposta de Sistema de Integração da cadeia produtiva da carne bovina na região Centro-Oeste foi debatida nesta segunda-feira (12/04), na sede da Secretária da Produção e do Turismo (Seprotur). A proposta foi exposta pelo Estado de Goiás - idealizador da iniciativa - e técnicos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), Ministério da Integração Nacional e dos governos dos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul.

Segundo a secretária da Seprotur, Tereza Cristina Corrêa da Costa, esta ação voltada ao financiamento da comercialização e adequação da infra-estrutura do parque industrial da carne, é uma ação efetiva que deve recuperar a rentabilidade na atividade. Ela assegurou que o instrumento de crédito, se aprovado junto ao Conselho Deliberativo do FCO, será conduzido com muita responsabilidade. "A pecuária é a atividade de maior relevância no Centro-Oeste, por isso, queremos construir um importante instrumento de fomento para nossa economia", salientou.

O Secretário de Desenvolvimento do Centro-Oeste, do Ministério da Integração Nacional, Carlos Henrique Menezes Sobral, adiantou que uma das diretrizes na construção desta nova linha de negócios do FCO, é a desburocratização, sem fugir da situação de risco. "Para isso precisamos que o setor participe e diga quais medidas são viáveis ou não, e está é uma grande oportunidade", apontou, lembrando que os trabalhos seguirão até o início de maio, quando será realizado o encaminhamento da proposta.

De acordo com o Coordenador Técnico dos Conselhos da Secretária de Planejamento e Desenvolvimento do Estado de Goiás, Ivan Marques, que expôs a alternativa no Estado, esta ação do FCO poderá dinamizar o setor em toda a região. "Queremos uma alternativa que traga estabilidade e renda à toda a cadeia", destacou.

Para o coordenador da Câmara Setorial da Bovinocultura e da Bubalinocultura (CSBB), José Lemos Monteiro, a iniciativa também deverá fortalecer toda a pecuária regional. "Queremos construir uma pecuária forte, com indústrias capazes de atender os mercados interno e externo, e que caminhem junto com os produtores", concluiu.

Participaram do evento realizado no auditório da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), cerca de quarenta representantes da cadeia produtiva da carne sul-mato-grossense. Na programação de debates da proposta, a próxima reunião será realizada em Goiás, já que a 1ª foi realizada no mês passado em Mato Grosso.