Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
31ºmax
16ºmin
Notícias

Famato quer prorrogar prazo de vacinação contra a febre aftosa

12 novembro 2010 - 00h00Por Famasul

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) protocolou junto ao Instituto de Defesa Agropecuária (Indea/MT), o pedido de prorrogação do prazo de vacinação contra a febre aftosa, que termina no dia 30 deste mês. O documento, entregue diretor de relações institucionais da Famato, Rogério Romanini, solicita a alteração da data para o dia 15 de dezembro. Segundo ele, "os animais foram muito castigados pelo longo período de seca no estado e as chuvas ainda não foram suficiente para recompor os pastos".

O superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, também acrescenta que o manejo de 27 milhões de cabeças, ainda estará dificultoso, acarretando em stress nos animais. O médico veterinário da Famato, Carlos Zanata, explica que só o fato de deslocar o rebanho com longas caminhadas dos pastos aos currais, e mantê-los presos por um longo período para a vacinação, poderá implicar em prejuízos. A Federação defende ainda que a comunicação após a vacinação, ao Indea, possa ocorrer até o dia 31 de dezembro, mesmo prazo praticado na região do Pantanal.

Frigorífico - A segunda assembleia geral com credores do grupo Frialto foi remarcada para o dia 2 de dezembro. "Os bancos pediram mais tempo para discutir a proposta", explicou o assessor jurídico da Acrimat, Armando Biancardini Candia. A empresa tem uma dívida de R$ 95 milhões com 1,203 mil pecuaristas de 12 estados. Do valor, 50,37% são com produtores de Mato Grosso, somando R$ 47.8 milhões.