Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
24ºmin
Notícias

Estoque brasileiro de café é o menor dos últimos 3 anos

03 novembro 2011 - 11h16Por Noticias Agricolas
Estoque brasileiro de café é o menor dos últimos 3 anos

Na cidade, os armazéns estão praticamente vazios e, caso o produtor venda seu produto num ritmo 300 mil sacas por mês, em 5 meses não haverá mais café. “A safra foi baixa e a demanda muito forte”, explica Dias.
 
A falta do grão no mercado fez com que alguns traders acreditassem que o produtor brasileiro estaria retendo café, em razão do imposto de renda ou da esperança de se obter mais lucros. Porém, essa dedução está errada. Hoje na Cooxupé, bem mais de 50% da produção foi vendida, uma parte dela no mercado futuro e outra boa parte negociada nos meses de junho, julho, agosto, setembro e outubro.
 
A redução da concorrência com problemas do Vietnã, a América Central e Colômbia estreitaram ainda mais a oferta, “podemos ter problemas muito sérios em 2, 3 anos, precisamos de margens boas”, diz Lúcio Dias. Nesse aspecto, o Ministério da Agricultura tem seu papel, agilizando a liberação dos recursos do Funcafé paro o custeio da próxima safra.
 
Na lavoura, os cafeicultores precisam dessa renda para fazer, assim que houver estiagem, a adubação foliar, técnica que fornece nutrientes às plantas por meio da pulverização de adubo diretamente nas folhas. A ação evita a formação de doenças, propiciadas pela chuva e frios dos últimos dias na região mineira.