Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
22ºmin
Notícias

Com aumento da demanda, preço do algodão reage no mercado interno

30 setembro 2009 - 00h00Por Estadão

As cotações do algodão interromperam a trajetória de queda no mercado interno, que durava desde o fim de agosto por pressão da indústria. A reação é por causa do aumento da demanda. A expectativa de que a economia doméstica volte a se aquecer nos próximos meses está fazendo com que a indústria acelere as compras, principalmente para atender a pedidos para o fim do ano. "As indústrias estão interessadas em fechar as compras agora para não correrem o risco de perder pedidos para o Natal", diz um corretor de São Paulo.

Mas a alta nos preços pode ser limitada pelo aumento da oferta de algodão proveniente dos contratos flex. Nesse tipo de negociação, o produtor financiado por tradings ou empresas de defensivos entrega o algodão como forma de pagamento e as empresas podem destiná-lo para o mercado externo e interno. Para analistas, como o dólar não favorece a exportação e o mercado doméstico dá sinais de recuperação, é provável que o produto seja escoado internamente.

Nos EUA o consumo de algodão também dá sinais de aquecimento. Dados do Conselho Nacional de Algodão mostram que em agosto foram industrializados 264.640 fardos de pluma, 4% a mais em relação a julho. Em comparação ao mesmo período de 2008, porém, o desempenho teve queda de 24%.