Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
24ºmin
Notícias

China: resíduos de vacas produzirão 38 mW/h

12 maio 2010 - 00h00Por New York Times.

O esterco de 250 mil vacas de uma fazenda leiteira no nordeste da China servirá de combustível para o maior projeto do mundo de produção de biogás a partir de esterco, que deverá começar a operar em setembro próximo. A Huishan Farm, em Shenyang, gerará 38 megawatts por hora (mW/h) de energia anualmente, que será vendida à rede estatal na China. O projeto deverá reduzir em cerca de 180 mil toneladas as emissões de dióxido de carbono anualmente. Além disso, o resíduo do digestor de metano produzirá fertilizante orgânico.

A General Electric fornecerá os quatro equipamentos de biogás JMS420 Jenbacker para o projeto. O gerente de marketing da GE Energy, Michael Wagner, disse que existe um grande potencial nesse tipo de projeto e busca expandir-se globalmente.

O projeto resolve dois problemas - a crescente demanda por eletricidade e a necessidade de reduzir as emissões de gases de efeito estufa. De acordo com um recente relatório das Nações Unidas, as pegadas de carbono da produção agrícola até a mesa do consumidor responsabiliza o setor leiteiro por 4% das emissões totais de gases de efeito estufa.

No entanto, o biogás não é uma novidade na China, já que o país conta com 1.500 plantas de biogás de larga escala ou digestores em fazendas pecuárias e depósitos de lixo industrial. A China quer que 300 milhões de moradores da área rural usem biogás como eletricidade até 2020, de acordo com um plano de 2007 da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma.