Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
31ºmax
16ºmin
Notícias

Centro-Oeste comercializou 40% da safra, observa a CNA

01 outubro 2010 - 00h00Por Diario de Cuiabá

 Antes mesmo do início do plantio da safra 10/11, 40% da produção de soja do Centro-Oeste já está vendida, avalia a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Em igual período do ano passado, pouco mais de 20% da produção de soja da região havia sido negociada. A comercialização é estimulada pelos preços atuais da commodity. Somente na semana passada, o preço ao produtor subiu 3,7%, diz a CNA.

Para a economista Rosemeire dos Santos, superintendente técnica da CNA, o incremento na antecipação das vendas é um sinal positivo, pois mostra o retorno dos grandes agentes - tradings - ao mercado. Ou seja, a crise de dois anos atrás foi superada, avalia. A comercialização prévia representa segurança ao agricultor, pois os preços de negociação garantem a cobertura dos custos de produção, analisa. "Se o produtor quiser fixar preço, é bom para ele", diz a economista.

Os dados analisados pela CNA compõem o boletim "Custo e Preços", divulgado periodicamente pela entidade. O estudo indica boas condições de mercado para os principais produtos agropecuários. No caso da soja, a alta de preços verificada na última semana foi ainda mais forte em Unaí (MG), com 5,12%, Rio Verde (GO), em 4,88% e em Sorriso (MT), com alta de 4%. O Centro-Oeste foi responsável por uma produção de 31,58 milhões do toneladas de soja na safra 09/10, ou seja, cerca de 46% do total nacional, conforme dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).