Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Diversificação

Plano de Desenvolvimento de Florestas será lançado durante a Expo MS

02 outubro 2009 - 00h00

Com mais de 284 mil hectares de florestas plantadas, Mato Grosso do Sul conta hoje com mais de 500 empresas diretamente ligadas ao setor e para auxiliar o segmento foi criado o Plano Estadual de Florestas, idealizado pela Câmara Setorial de Florestas e desenvolvido pelo Sebrae/MS.

Na segunda-feira, (5) de outubro, acontece a “Apresentação do Plano de Desenvolvimento de Florestas Plantadas no Mato Grosso do Sul – Cadeia Produtiva de Silvicultura”, que vai ser feita pela empresa STCP Engenharia de Projetos Ltda., especializada na consultoria de projetos florestais.

Na ocasião, empresários do setor poderão conhecer a fundo o Plano, tirar suas dúvidas e apresentar opções de incremento para o arranjo produtivo local. O objetivo é orientar os esforços da sociedade sul-mato-grossense, para o desenvolvimento sustentável da esfera florestal do Estado.

Podem participar, além dos empreendedores do segmento, produtores rurais, empresários, investidores, profissionais da área de agronegócios e público em geral. A gestora do projeto de silvicultura do Sebrae/MS, Patrícia Gasparetto, afirma que esta é uma grande oportunidade para os empresários. “Todos poderão debater e ouvir sobre a questão, com quem desenvolveu o estudo, e, ainda ter contato com outros empreendedores da área, criando um vínculo para fortalecer o segmento em Mato Grosso do Sul”.

Além da apresentação do Plano, o evento vai contar ainda com a palestra “Comercialização de madeira com ênfase em MDF”, ministrada pelo Diretor Florestal da MASISA, empresa de produção e comercialização de painéis de madeira, Germano Aguiar Vieira, do Paraná.

Ele vai discutir a importância desta vertente de produção, considerando os já existentes no Estado – carvão e celulose – e, ainda o mercado para este produto. Segundo Germano Aguiar, a fabricação de painéis em Mato Grosso do Sul deve incrementar a produção do MDF. “A diferença entre o que já existe aqui, no caso o carvão e a celulose, é que ambos incluem principalmente as grandes empresas, já a produção de painéis de MDF é mais abrangente, podendo inserir no mercado, pequenos, médios e grandes produtores. É um fator a mais da produção de florestas plantadas, pois divide o produto e a cadeia produtiva”, afirma.

O objetivo do Plano Estadual de Florestas é formar e consolidar o Arranjo Produtivo Local, implementar também a integração entre os produtores, de modo que as empresas florestais e industriais existentes, e as novas a serem estabelecidas, possam ampliar os níveis de competitividade e sustentabilidade social, econômica e ambiental.

São parceiros nesta realização: Sebrae, Seprotur, Reflore, Painel Florestal, Serviço A “Apresentação do Plano de Desenvolvimento de Florestas Plantadas no Mato Grosso do Sul – Cadeia Produtiva de Silvicultura” vai acontecer durante a ExpoMS, no auditório da Acrissul, localizado à Avenida Américo Carlos da Costa, 320, Campo Grande, MS.

Mais informações pelo 0800 570 0800 ou no site www.ms.sebrae.com.br, lá é possível encontrar também o Plano Estadual de Florestas.