Menu
Busca quinta, 13 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
34ºmax
21ºmin
Expogrande

Julgamento de Girolando termina hoje; desafio da raça é intensificar testes

26 março 2010 - 15h21Por Carlos Henrique Braga/Via Livre Comunicação

O negócio da raça Girolando é leite, mas o do pecuarista Rubens Belchior da Cunha, da fazenda São Marcos, em São Gabriel do Oeste, vai além: “Minha marca está em evidência na Expogrande, a procura pela genética que ofereço cresce bastante depois da feira”, garante. Quem vai à fazenda de Cunha busca melhoramento genético ou na produção de leite do rebanho.

Na vitrine da raça no Centro-Oeste, o julgamento na Expogrande 2010, a Chama Icycle, propriedade de Cunha, foi escolhida melhor fêmea jovem. É a terceira vitória dela. O resultado completo do julgamento dos 107 animais será divulgado hoje (26), no final da tarde, na pista central do Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande.

A raça Girolando é reconhecida pela alta produção de leite, mas têm desafios a vencer, segundo o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Celso Menezes.  O principal obstáculo é a baixa quantidade de touros testados, que chega a 35 no Brasil.

Para Menezes, o ideal é testar 50 animais por ano.  “O teste é demorado, leva entre cinco e seis anos, porque é feito por meio da produção leiteira das fêmeas”, avalia. Ele afirma que, com mais touros aprovados disponíveis, os criadores terão mais opções para atender às suas necessidades.

Palestra

O presidente da associação discute hoje, às 19 horas, evolução e perspectivas da raça Girolando. A palestra será no auditório da Associação dos Criadores de MS (Acrissul), no Parque de Exposições Laucídio Coelho. 

Os julgamentos continuam na Expogrande 2010. As raças Nelore e Santa Gertrudis divulgam resultados no sábado (27).