Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
24ºmax
19ºmin
72ª Expogrande

Julgamento da raça guzerá acontece dias 26 e 27 na Expogrande 2010

19 março 2010 - 00h00

 

Nos dias 26 e 27 de março, o juiz Célio Arantes Heim, credenciado pela ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebuíno) e pela ABCG (Associação Barsileira dos Criadores de Guzerá), vai avaliar as características e conformidades de aproximadamente 45 animais da raça Guzerá, na pista Central do Parque de Exposições Laucídio Coelho, onde acontece a 72ª Expogrande. No dia 23 (terça-feira), a partir das 8h, será realizada a pesagem dos zebuínos da raça.
 

Dentro da feira, que a partir deste ano passa a ser internacionalizada, acontece também o Leilão Guzerá da Zoom. O certame marcado para o dia 20 de março, vai ser transmitido pela Leilosat  e conta com a apresentação de 60 touros P.O. a campo e 300 machos e fêmeas Guzonel.
 

De acordo com o gerente da Fazenda Guzerá 3 Irmãos, médico veterinário Guilherme Furtado, Mato Grosso do Sul apresenta o segundo maior rebanho de Guzerá do país, e o objetivo dos criadores é aumentar cada vez mais a quantidade de animais no estado para que haja maior visibilidade da raça.
 

“Vamos trabalhar para em 2011, realizarmos a Nacional em Campo Grande”, diz Guilherme a respeito da feira que é a segunda maior exposição da raça Guzerá do país, ficando atrás apenas da Expozebu.
 

O gerente afirma ainda que muitos mitos estão sendo quebrados e que a raça cresce de forma satisfatória. “Alguns plantéis chegam a comercializar de 300 a 400 touros por ano”, revela o veterinário sobre o animal que custa em média R$ 5 mil.
 

A raça
O Guzerá é uma raça de duplo propósito, que serve tanto para produção de leite, como de carne. De acordo com a ACGB (Associação dos Criadores de Guzerá do Brasil), as linhagens leiteiras da raça chegam a produzir 10 mil litros por lactação. Já os animais de corte são fortes na precocidade, ganho de peso e qualidade de carcaça.
 

Em Mato Grosso do Sul foram realizados testes com o Guzerá em duas propriedades integrantes do Projeto Pecuária BR: a fazenda Santo Antônio do Caeté, localizada em Rio Verde e a fazenda Campo Novo, no múnicípio de Aquidauana. Os resultados apontaram que 94,7% das matrizes aneloradas em reprodução entraram em gestação.
 

O lote testado era composto por cerca de 400 matrizes que cumpriram todo o protocolo de IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo), e foram inseminadas e repassadas pelos reprodutores produzidos pelo Condomínio Guzerá Perfeita União.