Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
28ºmax
22ºmin
Expogrande

Cavalos Árabes se apresentam na Expogrande entre os dias 24 e 29 de março

27 março 2010 - 14h31Por Fábio Sarzi - Via Livre Comunicação

Criadores de cavalos Árabes estão animados com a Expogrande 2010, onde vão expor aproximadamente 150 animais. O evento que começa dia 18 deste mês, será o palco de exibição dos cavalos que apresentam as melhores conformidades de acordo com a raça.

“Muitos dizem que o cavalo Árabe é apenas um bibelo, pelo fato de sua beleza, mas são poucos que têm a mesma resitência”, diz o diretor de exposição da Associação dos Criadores de Cavalo Árabe de Mato Grosso do Sul, Walter Dias Ribeiro. Alguns outros fatores também contribuem para a preferência pelo animal. “Além de ser curto, o que facilita na distribuição do peso durante a monatria, ele também é resistente e viril”, diz o diretor.

Mato Grosso do Sul está entre os maiores usuários de cavalo Árabe do país. Mesmo tendo uma média de 20 criadores no estado, muitos optam pelo animal para o desempenho de diversas tarefas, que vão desde um simples passeio à pratica de hipismo e torneios de enduro.

O estado começa também a oferecer outras opções para os criadores da raça, já que além da Expogrande, a Expo MS é outro evento onde ocorre a participação dos animais. Walter revela que a ideia é criar uma terceira opção, mas o projeto ainda esta sendo estudado.

Origem

O cavalo Árabe de hoje, tem cabeça pequena e côncova e pescoço arqueado, linha de guaruba horizontal e cauda levantada de inserção alta. Estas características foram mantidas até os dias atuais, no decorrer de 36 séculos.

Várias teses revelam que esta é a raça mais antiga do mundo e suas habilidades durante os momentos de guerra, fizeram a espécie ganhar destaque e evidência.

Com o tempo o poderio dos império se destacavam e se tornavam cada vez mais fortes. Pouco a pouco a cavalaria ligeira ultrapassava a pesada, com armaduras e armas de manejo lento. E os guerrilheiros tornavam-se cada vez mais temidos com a ajuda dos cavalos.