Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
38ºmax
25ºmin
Seu Direito

Sead lança campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos

24 março 2017 - 15h03Por Ministério do Desenv. Agrário
Sead lança campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos

Foi com versos sobre frutos da nossa terra, da poetisa Tita de Lima e Silva, que a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead) lançou, na manhã desta quinta-feira (23), em Brasília, a campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos. Promovida pela Reunião Especializada em Agricultura Familiar no Mercosul (Reaf) e pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a iniciativa acontece em toda a América Latina e Caribe e é coordenada pela Sead no Brasil, por meio da Assessoria Internacional de Promoção Comercial (AIPC).

A mobilização tem o objetivo de dar visibilidade às mulheres rurais e ao trabalho que elas desenvolvem, além de proporcionar a troca de experiências entre os envolvidos. “A ideia é realmente identificar, conhecer, acompanhar e dar publicidade às experiências exitosas, seja para estimular outras iniciativas ou para que a sociedade conheça o que a mulher rural realiza no campo”, ressaltou o secretário especial da Sead, Ricardo Roseno, durante o evento.

Essa é a segunda participação do Brasil na campanha internacional. Hur Ben Corrêa, coordenador da AIPC, departamento articulador da participação do Brasil na ação, explica que a iniciativa oportuniza o compartilhamento de diversas experiências brasileiras com os outros países. “As políticas públicas da Sead são referência para os países do Mercosul, América Latina e do hemisfério Sul. Nós temos uma campanha forte aqui e ela é importante não só para as nossas agricultoras, mas para todas mulheres rurais dessas regiões”.

O conteúdo institucional da campanha será divulgado em quatro línguas (português, espanhol, francês e inglês) com o objetivo de chegar a diferentes partes do mundo. Além de compartilhar experiências e informações sobre as políticas públicas para as mulheres, a campanha conta com a participação da sociedade civil, abrindo espaço para histórias das guerreiras do campo. “São lutas e vitórias que elas carregam nas mãos, às vezes castigadas pelo trabalho, mas enriquecidas pelas histórias, que se cruzam pelo protagonismo que elas possuem no campo, na responsabilidade de garantir o alimento da família, da comunidade e dos brasileiros”, explica Solange da Costa, coordenadora de políticas para mulheres da Sead.

A campanha tem como referência os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que apresentam mais de 170 metas para serem alcançadas até 2030 pelos países pertencentes à Organização. #MulheresRurais, mulheres com direitos segue até o dia 25 de novembro, dia internacional de combate à violência contra a mulher.

Mulheres representadas do Norte ao Sul do país

Para representar as mulheres de todas as regiões do Brasil, a Sead nomeou cinco agricultoras para serem embaixadoras da campanha na região. São mulheres do campo que vivem da agricultura familiar, como Norma Sueli, de Brasília, que deixou a correria da cidade para fazer história no campo.  “Essa campanha veio mostrar nossa cara, mostrar para que a gente veio, mostrar que nós não somos só estatística. Aqui, nós somos caras, somos pessoas”.

Durante o evento, a embaixadora do Norte, Maria Júlia Serrim, presentou as autoridades presentes com produtos artesanais da região. Na entrega, a produtora ainda destacou: “Trabalhar é uma coisa, ser homenageada é outra. Hoje, estou sentindo que nós mulheres, trabalhadoras rurais estamos sendo celebridade. Agradeço muito”.

O lançamento da campanha ainda foi palco de entrega do Selo de Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf) para agricultoras familiares do Distrito Federal. O selo identifica produtos que têm em sua composição a participação majoritária da agricultura familiar e dar visibilidade a empresas e aos empreendimentos, que promovem a inclusão econômica e social dos agricultores, gerando mais empregos e renda no campo. Saiba mais sobre o Sipaf neste link.

O evento contou com a participação de Alan Bojanic, representante da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura no Brasil (FAO); do secretário técnico da Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar do Mercosul (Reaf), Lautaro Viscay; do presidente da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), Argileu Martins; além de representantes da Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, da Confederação Nacional de Municípios, entre outros. 

Leia Também

Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Coronavírus
Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Mercado Externo
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de MG após embargo de 10 dias
As compras haviam sido suspensas no dia 6, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Meio Ambiente
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados
Feiras & Eventos
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados