Menu
Busca terça, 23 de abril de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
22º
BOI GORDO

Tudo igual no mercado com os preços estáveis e poucas negociações

O animal "comum" segue valendo R$ 227/@, enquanto a vaca gorda e a novilha são negociadas por R$ 205/@ e R$ 217/@, respectivamente

03 abril 2024 - 07h31Por DBO Rural

Nas praças pecuárias paulistas, as indústrias frigoríficas continuam comprando boiada gorda de maneira cautelosa, enquanto a ponta vendedora (pecuaristas) aproveita a boa capacidade de suporte das pastagens, decorrente das precipitações ocorridas nos últimos dias, e retém as ofertas, informa nesta terça-feira (2/4) a Scot Consultoria.

Diante de tal conjuntura, continuam os analistas, o fluxo de negociações seguiu enxuto ao longo do dia, resultando em estabilidade nas cotações para todas as categorias de bovinos destinados ao abate. Assim, no mercado paulista, a arroba do boi comum está apregoada em R$ 227, a da vaca gorda em R$ 205 e a da novilha gorda em R$ 217 (preços brutos e a prazo), de acordo com levantamento da Scot.

O “boi-China” está cotado em R$ 235/@ no Estado de São Paulo, com ágio de R$ 8/@ sobre o valor do animal gordo “comum”. Em linha com os dados da Scot, a Agrifatto informa que mercado físico do boi gordo opera com preços estáveis nas praças monitoradas pela consultoria.

Na terça-feira, pelos dados da consultoria, o valor médio da arroba em São Paulo ficou em R$ 227,50.Na B 3, a maioria dos contratos futuros do boi registrou valorização na segunda-feira (1/4). O contrato com vencimento para abril de 2024 ficou cotado em R$230,15 a arroba, com alta de 0,46% no comparativo diário.