Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
22ºmin
Notícias

Suspeito jogou trator em posto incendiado da PM, diz polícia em MS

17 junho 2012 - 02h07Por G1

A Polícia Militar irá instaurar inquérito técnico para apurar um incêndio em um posto policial no distrito de Anhanduí, a 60 km de Campo Grande, na madrugada deste domingo (17). De acordo com a PM, a perícia técnica deve avaliar os prejuízos causados ao patrimônio público por nove pessoas que participavam de uma festa na noite do sábado (16).

Após a conclusão do inquérito, a polícia deve remeter o caso à Procuradoria Geral do estado, para que os responsáveis restituam aos cofres públicos o valor referente ao dano causado à unidade policial.

Inicialmente, a polícia havia divulgado que deteve cinco suspeitos, mas em nota à imprensa divulgada na tarde deste domingo (17), informou que foram nove detenções por suspeita de envolvimento no incêndio criminoso contra o posto policial. Entre os detidos, há três menores, segundo a PM.

O ataque foi motivado pela detenção de outras quatro pessoas por desordem na noite do sábado (16) durante uma festa. O grupo ficou inconformado com a ação policial e ateou fogo ao posto da PM.

Outro suspeito ainda tentou destruir o local com um trator. O homem já foi identificado pela polícia, mas ainda não foi localizado. A festa acontecia em um assentamento rural do distrito, e a polícia constatou no local que alguns participantes estavam provocando desordem. Quatro pessoas foram detidas pela PM e encaminhadas para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga, em Campo Grande.

Por volta da 1h20 do domingo (17), amigos dos suspeitos detidos teriam ido ao posto da PM, cortado uma mangueira de gás e provocado um incêndio.

Eles também teriam quebrado janelas. O local ficou parcialmente destruído pelas chamas. Equipes do Corpo de Bombeiros de Campo Grande foram deslocadas para controlar o incêndio. Ninguém ficou ferido.