Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
30ºmax
18ºmin
Notícias

Stephanes: produtor que optar por plantio direto terá benefícios

31 março 2010 - 00h00Por Mapa.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento deve reduzir a taxa de juros de financiamento e o valor do prêmio pago pela apólice de cada seguro rural a produtores que optarem pelo plantio direto “com qualidade”, segundo o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. A proposta foi anunciada, nesta terça-feira (30), na reunião com secretários e representantes de órgãos de Agricultura dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pará, Tocantins, Minas Gerais e Paraná.

No encontro, foram debatidas ações regionais de redução da emissão gases de efeito estufa, com base na proposta que o governo brasileiro apresentou na 15ª Conferência das Partes, da Organização das Nações Unidas (COP-15). A agricultura se comprometeu em economizar, em termos absolutos, 20% das emissões. “São poucos setores ou países que vão reduzir esse percentual”, frisou.

O ministro argumentou que a técnica do plantio direto, adotada corretamente acarreta menores frustrações de safra, por conta do aumento da produtividade e, ainda, protege o solo. A novidade deve fazer parte do próximo Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2010/2011. “É preciso dar algum prêmio para aquele que produz e colaborar com a redução da emissão de gases de efeito estufa”, disse.

Propostas - Mais cinco propostas foram destacadas pelo ministro: a recuperação de áreas degradadas, o reflorestamento com madeiras comerciais, o incentivo da tecnologia de fixação biológica do nitrogênio, o Programa Boi Guardião - pelo desmatamento zero na Amazônia por conta da pecuária – e a Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF), que, de acordo com Stephanes, vai gerar mais eficiência e rentabilidade à produção e proteção do solo.