Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
32ºmax
22ºmin
Notícias

Soja segue positiva no Brasil

05 dezembro 2017 - 00h00Por CNA

As cotações da soja tiveram na segunda-feira (05.12) mais um dia de ganhos na maioria dos preços do mercado físico brasileiro, acompanhando o viés observado na Bolsa de Chicago (CBOT). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 56,00 em Sorriso (Mato Grosso) – o que significou alta de 0,90% sobre o valor oferecido na última avaliação.

 
Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível foi comercializada por R$ 75,00, o que representou manutenção sobre a última cotação. Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio).
 
Fundamentos
“Os mapas climáticos atualizados hoje trazem a reafirmação do padrão de chuvas intensas sobre o Centro e Norte do Brasil nos próximos 15 dias e a falta de umidade extra para o Sul brasileiro e quase toda a Argentina, no mesmo período. Desde o começo de novembro, um cenário de precipitações em retração tem sido o protagonista da meteorologia do Rio Grande do Sul e do leste argentino. Do dia 1 de novembro até 18 de dezembro, estas regiões só deverão receber de 40-60% das chuvas médias, para um ano comum”, informa a Consultoria AgResource. 
 
De acordo com a ARC, apesar de não dizer muito, este dado define o “padrão que se desenvolve para tais áreas afetadas, onde a umidade do solo vem sendo consumida pelas plantas e por processos de evapotranspirativos e a reposição desta água tem sido escassa. O estresse hídrico já começa a ser notado em algumas províncias do leste da Argentina e deverão se intensificar pela região vizinha, caso as previsões para dezembro se confirmem”.