Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
28ºmax
16ºmin
Notícias

Senador Caiado retira da pauta de votação projeto sobre remissão do Funrural para evitar benefícios

24 maio 2017 - 00h00Por Notícias Agrícolas

O projeto do senador Ronaldo Caiado (DEM/GO), que tratava da remissão do montante do Funrural, e que entraria em votação também nesta terça-feira (23), foi retirado da pauta a pedido do próprio autor.

De acordo com a assessoria de imprensa de Caiado, foi percebido que a JBS, envolvida agora em delação premiada no caso do BNDES e compra de políticos, iria se beneficiar e “ele (o senador) não vai admitir isso”.

Como é sabido no mercado, boa parte do passivo cobrado pelo governo é dos frigoríficos.

O gabinete do líder dos Democratas informou também que o texto do projeto poderá ser readequado.

Medida Provisória do Funrural continua sem consenso

A bancada ruralista foi para a reunião-almoço da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) desta terça (23) na expectativa de que o governo finalizaria o impasse sobre o Funrural, abrindo mão do adiantamento de 5% sobre o total da dívida, mas mais um dia se passou sem que a prometida Medida Provisória (MP) tenha chegado a um consenso.

“O governo já concordou em cobrar 1,5% daqueles que não têm passivos e 2,3% sobre os que não recolheram, mas não abrimos mão da questão do adiantamento do montante da dívida”, disse há o ex-presidente da FPA, deputado Marcos Montes (PSD/MG).

Presente à reunião, tradicional às terças-feiras, Montes também fez questão de frisar que “esse novo tempinho” ajuda também a FPA informar melhor os produtores brasileiros, reunidos nas mais variadas entidades representativas, “já que muitos ainda estão esperando que a dívida seja zerada”.

Para o parlamentar, infelizmente, dificilmente o governo concederá algum perdão desse passivo não reconhecido pelo setor.