Menu
Busca sexta, 25 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
19ºmin
Notícias

Sem marco temporal, qualquer área desmatada em suposta reserva legal pode ter a atividade agropecuár

27 fevereiro 2018 - 00h00Por Notícias Agrícolas

Nesta quarta-feira (28), o Supremo Tribunal Federal (STF) irá trazer a decisão a respeito das questões relativas ao Código Florestal, com o voto do decano Celso de Mello.

 
Evandro Morales, advogado de Direito Ambiental, destacou, em entrevista ao Notícias Agrícolas, que o principal fator que está em jogo nessa votação é o fato de que pequenos proprietários rurais, abaixo de quatro módulos, possam ter que realizar a compensação de suas áreas de reserva legal, inviabilizando a atividade dentro dessas propriedades.
 
Este fator, para Morales, retiraria áreas economicamente ativas da produção nacional, trazendo grande impacto econômico, já que os pequenos não conseguiriam cumprir essa norma e os grandes produtores poderiam absorver pequenas propriedades.
 
Também está em jogo parte do Artigo nº17 que torna obrigatória a suspensão imediata de atividades em área de reserva após julho de 2008. O STF vem discordando do Marco Legal estabelecido, o que poderia, assim, levar todas as áreas que estejam em desacordo a uma situação irregular. Este fator gera insegurança jurídica mediante um desmate que foi incentivado por uma Medida Provisória implementada no governo de Fernando Henrique Cardoso.
 
O Código, desta forma, entra em conflito, como avalia o advogado. Ele acha que, no momento, o melhor a ser feito é procurar pelos ministros e explicarem que, se não for acatada a questão do marco temporal, que "revejam seus entendimentos e declarem a inconstitucionalidade total do artigo nº 17, porque, assim, não haveria a suspensão das áreas desmatadas, mas todos teriam de recuperar de alguma forma.

Leia Também

STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Repercussão geral
STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Fim dos Conflitos
Câmara aprova projeto que regulamenta demarcação de terras indígenas
Aprovado o mérito na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o substitutivo ao PL 490/2007 aguarda análise dos destaques para seguir ao Plenário
Notícias
Cai diferença entre valor da arroba e carne no atacado
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida
Análise
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida