Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
28ºmax
21ºmin
Notícias

Seca força redução de abates de bovinos no Paraguai

19 novembro 2009 - 00h00Por ABC Color

Os abates de bovinos nos três frigoríficos da região do Chaco no Paraguai se reduziram em cerca de 50% por causa da seca, segundo dados informados pelo presidente da Fecooprod, Gustav Sawatzky.

Segundo ele, somando as três cooperativas que existem nessa região do país, Chortitzer, Neuland e Ferhnein, agora somente se abatem cerca de 800 cabeças de gado por dia, o que constitui uma redução de mais de 50% como consequência da falta de chuvas. No Paraguai, os abates diários de animais são de cerca de 4.000 cabeças, entre todos os frigoríficos, segundo a Câmara Paraguaia de Carne.

Por sua vez, o presidente da Câmara, Korni Pauls, disse que a seca que afeta esse ano a Região Ocidental reduzirá em 50% a taxa de abate de gado do próximo ano e, inclusive, impactará na economia das cooperativas.

O presidente da Fecooprod disse que será lançado um fundo solidário para contribuir com os prejudicados pela seca do Chaco. Estima-se que os afetados são cerca de 180 pequenos produtores e, no total, umas 600 famílias que estão em situação crítica.

Já morreram mais de 1.500 cabeças de gado de pequenos produtores, e as pastagens não devem melhora, pelo menos por hora, pois nos últimos dias choveu apenas 10 milímetros, o que foi insuficiente nas zonas críticas.