Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
33ºmax
23ºmin
Notícias

Restrições russas e dos EUA são irrelevantes, comunica JBS

01 junho 2010 - 00h00Por BeefPoint.

A JBS S.A. emitiu um comunicado na última sexta-feira, informando que espera que a suspensão voluntária das exportações de produtos industrializados de carne para os EUA, anunciada pelo Governo brasileiro, perdure até que as autoridades de Brasil e EUA possam se encontrar e debater as diferentes metodologias de análise da presença de resíduos biológicos e químicos nessa categoria de produtos.

"Ao mesmo tempo em que essa atitude provoca uma interrupção nas exportações da JBS através desse canal, o impacto financeiro tende a ser imaterial, tendo em vista que menos de 0,5% da receita consolidada da Companhia advém de exportações do Brasil para os EUA. Além disso, a empresa acredita que essa suspensão seja apenas temporária".

O comunicado assinado pelo diretor de relações com investidores, Jeremiah O'Callaghan, ainda ressalta que a Companhia foi informada que as autoridades russas decidiram por suspender as exportações de alguns frigoríficos brasileiros, dos quais 3 plantas são da JBS. "Embora a empresa ainda desconheça as razões para tal suspensão, cabe lembrar que o impacto financeiro tende a ser irrelevante, uma vez que a JBS possui outras 14 plantas com habilitação para exportar para a Rússia".

A Marfrig Alimentos S.A. também teve 3 das 22 plantas de abate bovino operadas no Brasil desabilitadas pela Rússia. "A Companhia informa que até o momento não recebeu qualquer comunicação oficial sobre o assunto e que, caso esta seja confirmada, a exportação para a Rússia será plenamente atendida através de suas outras unidades e que a exportação a partir das referidas plantas prosseguirá normalmente para outros destinos".