Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
24ºmin
Notícias

Programa lançado em MS quer valorizar a carne consumida no Estado

03 outubro 2013 - 12h48Por Divulgação
Programa lançado em MS quer valorizar a carne consumida no Estado
Programa lançado nesta terça-feira (1º), em Campo Grande, quer valorizar a carne vermelha que é consumida em Mato Grosso do Sul, utilizando como ferramentas para atingir esse objetivo, cursos de qualificação e de aperfeiçoamento para os profissionais que trabalham com o produto, além de palestras de sensibilização do consumidor. O Programa Carne Vermelha é uma iniciativa do Senai em parceria com o Sebrae/MS, Embrapa Gado de Corte, Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados do Estado (Sicadems) e a Associação Sul-Mato-Grossenses de Supermercados (Amas).
 
Para o presidente do Sicadems, Ivo Scarcelli, o programa chegaem um momento oportuno. “Temos uma demanda muito grande por gente qualificada, principalmente nas funções de magarefe e desossador, por isso vemos com muito bons olhos a iniciativa do Senai”, disse. Já o superintende do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, destacou o acesso dos pequenos empresários do setor.
 
“O Programa traz oportunidade para que os pequenos se qualifiquem e possam oferecer os produtos com padrão de qualidade superior, por outro lado estimula que o consumidor também exija mais qualidade ao adquirir os produtos”, pontuou.
 
Na avaliação do chefe-adjunto da Embrapa Gado de Corte, Pedro Paulo Pires, a carne bovina brasileira é considerada a mais barata do mundo. “Isto simplesmente porque não agregamos valor, não temos marketing nem inovação. Por isso a importância de um movimento como este, com foco em valorização, buscar novos cortes e qualificação”, avaliou.
 
Ações
O diretor-técnico do Senai, Dax Goulart, apresentou os principais pontos do programa, que, na prática, terá a equipe técnica da entidade fomentando a higiene, qualidade, segurança e satisfação dos consumidores do produto. Além disso, serão oferecidos serviços de orientação e assessoria técnica voltados à formação de consultores de carne, com foco no negócio, na padronização do processo, na melhoria da forma de apresentação e garantia de qualidade e segurança da carne ofertada no mercado estadual.
 
No total, 80 empresas serão beneficiadas pelo Senai Carne Vermelha, que capacitará profissionais de açougues, casas de carne, minimercados e supermercados, além de promover palestras de sensibilização para consumidores a fim de formação de massa crítica para consumo de carne de qualidade.
 
Goulart destacou ainda que as ações preveem cursos de qualificação – açougueiro, magarefe, processador de industrializados de carne e desossador de bovino. Além dos cursos de aperfeiçoamento de boas práticas de fabricação de alimentos e sistema de análise de perigos e pontos críticos de controle do Programa Alimentos Seguros. Sem contar que para o consumidor final o Senai vai realizar até 120 palestras de sensibilização para incentivar o consumo de carne bovina de qualidade.
 
Do total de 80 empresas participantes do Programa, 30 serão de Campo Grande, 20 de Três Lagoas, 20 de Dourados, 5 de Naviraí e 5 de Corumbá.