Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
38ºmax
22ºmin
Notícias

Preços sobem no mercado atacadista de carne sem osso

28 abril 2017 - 00h00Por Scot Consultoria

Na média de todos os cortes pesquisados pela Scot Consultoria, a alta foi de 1,4% nos últimos sete dias.

A carne de dianteiro, “mais barata”, foi a que puxou o mercado. Estes cortes tiveram ajustes de 1,9%, em média, frente a 1,2% para os de maior valor agregado.

Em um mês a valorização foi de 1,9%, com aumento de 1,6% para os cortes do traseiro e 2,9% para os do dianteiro.

O baixo estoque, resultado das férias coletivas, feriados e alta ociosidade das indústrias, colabora para esse cenário, mesmo diante da demanda lenta.

Assim, diante das últimas altas para a carne e para o boi gordo, a margem das indústrias (diferença entre o preço pago pela arroba e a venda da carne) ficou em 27,3%.

Para os frigoríficos, apesar da clara dificuldade de se vender e de estarem operando com ociosidade considerável, analisando a margem, ela está mais de oito pontos percentuais acima da média histórica.

Em curto prazo fica a expectativa quanto a mais altas, já que no início do mês o poder aquisitivo da população é maior devido ao recebimento dos salários.

Leia Também

Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Coronavírus
Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Mercado Externo
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de MG após embargo de 10 dias
As compras haviam sido suspensas no dia 6, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Meio Ambiente
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados
Feiras & Eventos
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados