Menu
Busca quarta, 06 de dezembro de 2023
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
30º
ESTAÇÃO DE MONTA

Pecuaristas do Mato Grosso podem antecipar vacina contra aftosa para 1º de outubro

O produtor que trabalha com sistemas de manejo reprodutivo deve fazer o requerimento formalmente junto ao Indea-MT do município de cadastro

30 setembro 2022 - 09h24Por Canal Rural

Pecuaristas de Mato Grosso que trabalham com sistemas de manejo reprodutivo, como inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e já estão no período de estação de monta, podem adiantar a etapa da vacinação contra a febre aftosa a partir de 1º de outubro de 2022. O produtor deve fazer o requerimento, formalmente, para o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) do município de cadastro do estabelecimento rural e, através do protocolo de requerimento, solicitar a antecipação da vacinação.

A antecipação da vacinação foi solicitada pelos estados que compõem o Bloco IV Plano Estratégico do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa (PE-PNEFA) ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O motivo é a preocupação com possíveis perdas nos índices de fertilidade dos rebanhos de bovino.

Febre Aftosa: com retirada da vacina em 2023, pecuarista de MT terá papel fundamental
‘É fundamental que o serviço de defesa sanitária animal passe constantemente por treinamentos’
Retirar a vacina da aftosa é o melhor status sanitário, diz diretor-técnico do Indea-MT
Fazem parte do Bloco IV do PNEFA os estados de Mato Grosso, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Sergipe, São Paulo e Tocantins, além do Distrito Federal.

Segundo o calendário da vacina, a segunda etapa de imunização vai do dia 1º a 30 de novembro, sendo obrigatória em bovinos e bubalinos de todas as idades, com exceção daqueles que estão em propriedades localizadas no baixo Pantanal mato-grossense.