Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
28ºmax
16ºmin
Notícias

Paraguai volta a recuperar mercado perdido para o Brasil na carne bovina

09 março 2017 - 00h00Por Notícias Agrícolas

O Chile é o principal mercado regional importador de carne bovina do Cone Sul. No ano passado, as compras cresceram 22% em relação ao ano de 2015, somando 185.050 toneladas. Esta praça está amparada por dois dos jogadores mais competitivos do Mercosul: Brasil e Paraguai.

Em 2016, segundo os últimos dados publicados pela Oficina de Estudos e Políticas Agrárias (Odepa), 41,7% da carne enviada ao Chile foi de origem guarani (77.155 toneladas).

O segundo e o terceiro lugar do ranking foi para o Brasil, com uma participação de 37,7% (69.826 toneladas) e Argentina, com 25.748 toneladas, segundo um informe do portal Valor Soja.

A respeito disso, Juan José Petengill, vice-presidente da Câmara Paraguaia de Carnes, explicou que, se as exportações nos dois primeiros meses do ano apresentaram um aumento em volume, em janeiro também houve um aumento em preços - mas há de se recordar que o Paraguai possui o novilho mais caro da região.

Os paraguaios chegaram a ter 60% do mercado chileno em 2010. Mas, em setembro de 2011, a partir da aparição de um foco de febre aftosa, os frigoríficos do país já não puderam mais enviar cortes frescos bovinos a esse mercado e, em pouco tempo, a liderança passou para as mãos brasileiras.