Menu
Busca sábado, 15 de junho de 2024
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
Previsão do tempo
30º
FRIGORÍFICOS

Média nacional das escalas de abate atinge o maior patamar dos últimos 4 anos

Tal conjuntura reforça a tendência de ajustes negativos da arroba em plena entressafra

15 agosto 2022 - 08h51Por DBO Rural

A paralisação temporária de algumas unidades frigoríficas, motivada pela decisão da JBS em anunciar férias coletivas, trouxe novas apreensões para o mercado do boi gordo nesta segunda semana de agosto.

“Nas regiões onde foram interrompidos os abates ocorreram fortes pressões sobre o preço da arroba e algumas indústrias optaram por se afastarem negócios devido a escala alongada”, relata Yago Travagini, analista da Agrifatto.

Com isso, os preços da arroba do boi gordo cederam e as escalas avançaram consideravelmente em boa parte das regiões pecuárias, o que fez a média nacional das programações de abate atingir 13 dias úteis nesta sexta-feira (12/8), o maior patamar dos últimos 4 anos, resultando em um avanço de 3 dias em relação ao quadro observado na sexta-feira anterior (5/8), informa a Agrifatto.

“Tal conjuntura reforça a tendência de ajustes negativos da arroba em plena entressafra, quando a expectativa era de movimento inverso”, destaca Travagini.

Veja abaixo as programações de abate nas principais regiões pecuárias, conforme o levantamento da Agrifatto:

São Paulo – Os frigoríficos locais fecharam a sexta-feira com 17 dias úteis programados, alta de 3 dias no comparativo entre as semanas.

Minas Gerais – As indústrias mineiras conseguiram avançar as suas escalas em 8 dias e a média das programações se encontram completas para 23 dias úteis.

Pará – Os frigoríficos encerraram a semana com a média de 15 dias úteis programados, 3 dias de alta no comparativo semanal.

Mato Grosso do Sul – As programações de abate se encontram na casa de 12 dias úteis, avançando 2 dias úteis sobre as escalas da sexta-feira anterior.

Mato Grosso – As indústrias matogrossenses fecharam a semana com as escalas próximas dos 11 dias úteis, 4 a mais do que foi visto na última semana.

Goiás – As escalas de abate continuaram na média de 10 dias úteis, sem alterações ante a sexta-feira passada.

Tocantins – Os frigoríficos locais fecharam a semana com as programações de abate na média de 8 dias úteis, avanço semanal de 1 dia.

Rondônia – As escalas seguem próximas dos 7 dias úteis, em linha com o registrado na última semana.