Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
34ºmax
20ºmin
Notícias

Marfrig reabrirá 3 plantas aumentando em 10% sua capacidade de abate, para 13,5 mil bovinos/dia

31 maio 2012 - 03h19Por Valor econômico
Marfrig reabrirá 3 plantas aumentando em 10% sua capacidade de abate, para 13,5 mil bovinos/dia

Em meio ao cenário de maior oferta de gado no Brasil, o Marfrig confirmou em coletiva de imprensa (28/mai) os planos de retomar as operações de três unidades de abate ainda neste trimestre, ampliando em mais de 10% sua capacidade total de abate no país, estimada em 13,5 mil cabeças por dia.

De acordo com o CEO da Marfrig Beef – divisão de negócios de bovinos da empresa -, James Cruden, a reabertura das três unidades elevará em 2 mil cabeças por dia os abates da companhia no Brasil – a capacidade total dos três frigoríficos é de 3,15 mil cabeças por dia. No primeiro trimestre deste ano, a Marfrig abateu 522,1 mil cabeças, com a utilização de 65% de sua capacidade instalada.

Cruden disse que a reabertura das unidades teve início há mais de uma semana, com a retomada das operações de abate no frigorífico de Pirenópolis (GO). Com a retomada da unidade goiana, o próximo passo da Marfrig, explicou Cruden, será a reabertura da frigorífico de Porto Mortinho (MS), previsto para as próximas semanas. E, ainda neste segundo trimestre, a companhia deve inaugurar uma planta localizada em Tucumã (PA).

Com a retomada dos três frigoríficos, a Marfrig permanecerá com outras cinco unidades fechadas, “e três dessas fábricas dificilmente voltam a operar”, afirmou o executivo. Segundo Cruden, a pequena capacidade de abate (1,4 mil cabeças) das unidades de Ariquemes (RO), Goianira (GO) e Mãe do Rio (PA) inviabiliza a retomada de suas operações.