Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
31ºmax
19ºmin
Notícias

JBS retoma abates com redução de 35% da capacidade de produção

28 março 2017 - 00h00Por G1 MS

A JBS retomou na manhã desta segunda-feira (27) a produção de carne bovina nas 33 unidades do país que tinham tido o abate suspenso na semana passada por três dias. Esses frigoríficos e outros três da empresa - que estavam com atividade normal - agora trabalham com redução de 35% da capacidade produtiva.

A informação é da assessoria de imprensa do grupo, que afirma que a situação pode mudar: "a JBS está avaliando a retomada de sua capacidade produtiva após o fim do bloqueio das importações por parte de China, Chile e Egito, mas continua aguardando a definição de importantes mercados exportadores como União Europeia e Hong Kong".

A suspensão e consequente redução da produção se deve por conta da redução na exportação de carne brasileira, que despencou depois da operação Carne Fraca. A ação da Polícia Federal (PF) apontou irregularidades em frigoríficos pelo país.

No ano passado, 40% da receita da JBS Mercosul, unidade do grupo que produz carne bovina, veio de exportações, o equivalente a R$ 11,5 bilhões.

A fábrica da Seara, do grupo JBS, em Lapa (PR), é uma das investigadas na operação. A Polícia Federal apura irregularidades no procedimento de certificação sanitária. Além da Seara, a JBS é responsável pela produção dos produtos da Friboi e Swift. O grupo tem dito que não compactua com desvios de conduta de seus funcionários e tomará todas as medidas cabíveis.

Restrições à carne brasileira

O governo suíço ampliou a suspensão da importação de carne brasileira de quatro para 21 frigoríficos investigados. Além da Suíça, África do Sul, Japão, Arábia Saudita, Canadá, Emirados Árabes, Peru, Vietnã e a União Europeia também estão com restrições à importação.

Onze países suspenderam a compra de qualquer carne brasileira. China, Chile e Egito, que tinham banido toda carne brasileira, retomaram a importação no fim de semana, mas mantiveram o entrave às unidades que estão sendo investigadas.

Estados Unidos, Malásia e Argentina ampliaram o controle sanitário. Outros três países: Rússia, Israel e Barbados pediram explicações ao governo brasileiro.

Leia Também

STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Repercussão geral
STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Fim dos Conflitos
Câmara aprova projeto que regulamenta demarcação de terras indígenas
Aprovado o mérito na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o substitutivo ao PL 490/2007 aguarda análise dos destaques para seguir ao Plenário
Notícias
Cai diferença entre valor da arroba e carne no atacado
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida
Análise
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida