Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
33ºmax
20ºmin
Notícias

Grupo argentino amplia negócios no Brasil

15 junho 2010 - 00h00Por Reuters.

O grupo argentino Los Grobo, um dos maiores do setor agrícola no Mercosul, tem planos ambiciosos para a safra 2010/11, em um projeto que coloca o Brasil no foco principal de suas atividades, considerando a força do país no segmento. Se­­gun­­do o presidente Gustavo Grobocopatel, a empresa deverá ampliar em 500 mil toneladas a originação de grãos na Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai, para 3 milhões de toneladas. E uma boa parte do aumento na movimentação de grãos virá do Brasil, onde o Los Grobo, por meio de sua controlada Ceagro, deve originar 800 mil toneladas no próximo ciclo, 200 mil a mais do que na temporada 2009/10.

O grupo, que também presta serviços agrícolas para produtores, deverá aumentar sua área arrendada no Brasil de 50 mil hectares para até 80 mil hectares na safra 2010/11, principalmente na região conhecida por MaPiTo, que compreende os estados do Maranhão, Piauí e Tocantins. Mas a empresa também possui lavouras na Bahia, em Goiás e em Minas Gerais.

Segundo Grobocopatel, a o grupo argentino pretende ampliar sua atuação no Brasil também por aquisições. “Estamos sempre estudando negócios em todos os lugares, especialmente no Brasil, que hoje é o nosso foco principal.” Segundo ele, “o Brasil vai produzir o dobro de grãos nos próximos 30 anos, e, para ser competitivo, é preciso estar bem organizado”. “Para ter mais competitividade, a nossa companhia está construindo uma plataforma para isso no Brasil”, disse.

Atualmente, metade do faturamento anual do grupo, que soma US$ 700 milhões, é proveniente de terras brasileiras. Em todo o Mercosul, o Los Grobo deve cultivar na temporada 2010/11 cerca de 300 mil hectares. A maior parte da produção da empresa é de soja, sendo que entre 60% a 70% da originação de grãos é concentrada na oleaginosa.