Menu
Busca sábado, 19 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
14ºmin
Notícias

Governo entrega resfriadores de leite a produtores

16 novembro 2017 - 11h37Por Semagro MS
Governo entrega resfriadores de leite a produtores

A busca pela regularidade e aumento da produtividade do leite em Mato Grosso do Sul com assistência técnica é um dos desafios apontados pelo Secretario de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck para a cadeia produtiva do leite de Mato Grosso do Sul.

A afirmação foi feita durante a entrega de resfriadores a 23 municípios, que aconteceu na manhã de terça-feira, 13, na Cepaer, onde o Secretário teve a oportunidade de relatar ao Governador Reinaldo Azambuja sobre o trabalho que vem sendo realizado pela Câmara Setorial do Leite, apontada por Verruck como uma das Câmaras mais ativas da Semagro.

Ao buscar dimensionar a situação da cadeia do leite no Estado hoje o Secretário apontou os diversos problemas que estão no radar da Câmara – formada por representantes de todos os elos da cadeia – como a produtividade e produção, genética, mercado e os problemas com os laticínios e falou das ações que vem sendo desenvolvidas considerando as recomendações do Governador Reinaldo que, segundo Jaime, desde o inicio de sua gestão colocou essas demandas como prioritárias, no bojo do trabalho realizado com foco na agricultura familiar.
“Quando a gente fala em resfriadores, a gente está falando em qualidade do leite, na possibilidade de juntar volume de leite, de definir linhas de captação de leite, e a rigor em melhoria de renda para esse produtor”. Comentou Verruck buscando dimensionar a importância das entregas feitas naquele ato.

O Secretário comentou ainda sobre a safra de leite que esta se iniciando e as discussões que estão sendo feitas junto ao Governador sobre o ‘extra-cota’ que é quando há um excedente de produção no mercado e os preços caem. “Isso é hoje uma grande preocupação dos produtores, laticínios e nossa também” lembrando que a secretaria já está trabalhando numa profunda avaliação para auxiliar os produtores com esse excedente, na busca por agregar valor ao produto e ainda dar regularidade de produção futuramente.