Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
22ºmin
Notícias

Futuro da suinocultura é positivo, avalia especialista

12 setembro 2011 - 12h17Por G1
Futuro da suinocultura é positivo, avalia especialista

Desde que foi anunciado o embargo à carne brasileira, mais de 80 frigoríficos ficaram impedidos de exportar para a Rússia, não só carne bovina, mas também de frango e de porco. A carne suína enfrenta o maior problema, já que os russos são os principais compradores.

Pedro de Camargo Neto, presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína, a Abipecs, explica que as exportações de carne suína caíram 3,08% no mês de agosto. Apesar da queda, o número é menor que o esperado pelo setor. O crescimento das exportações para Hong Kong e Ucrânia compensaram um pouco a falta da exportação para a Rússia.

A receita das exportações obteve crescimento de 7,43%. Se o Brasil tivesse exportado para a Rússia, o avanço seria muito maior porque o país paga muito bem.

A tendência é que as exportações sejam retomadas. A carne suína brasileira está embarcando para a China, houve missões para o Japão e a Coreia muito bem sucedidas. O futuro da suinocultura é bastante positivo, avalia Camargo Neto.