Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
28ºmax
13ºmin
Notícias

Frango e ovos ficam entre 20% e 40% mais caros no mercado interno

11 junho 2018 - 00h52Por Revista Globo Rural

Os preços internos da carne de frango estão em recuperação e próximos dos patamares registrados em 2016. A informação é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com os pesquisadores, há forte demanda pelo produto em meio a um cenário de oferta menor. O mercado ainda sente os efeitos da greve dos caminhoneiros, que afetou a movimentação de carga no país por 11 dias.

“O aumento da procura neste início de mês está atrelado ao recebimento dos salários por grande parte da população e à necessidade de muitos atacadistas e varejistas de repor seus estoques após a greve dos caminhoneiros. A menor oferta, por sua vez, se deve à paralisação dos abates em muitos frigoríficos do País no final de maio, como consequência dos protestos”, diz o Cepea, em nota.
 
Diante da situação, entre os dias 30 de maio e sete de junho, o frango inteiro resfriado teve alta de 30,2% na região da Grande São Paulo. O quilo foi cotado, em média, a R$ 4,60. O frango congelado subiu ainda mais no período: 39,4%, com a cotação média em R$ 4,71 o quilo.
 
Ovos
 
O início de junho tem sido de demanda aquecida também pelo ovo, dizem os pesquisadores do Cepea. Também em nota, eles avaliam que o desabastecimento provocado pela greve dos caminhoneiros levou à necessidade dos varejistas reporem seus estoques. Assim como acontece com o frango, a oferta restrita de produto ajuda a reforçar o cenário de alta nas cotações domésticas.
 
“A rápida absorção dos estoques e a elevada perda de poedeiras durante a paralisação reduziram a disponibilidade do produto, que não tem sido suficiente para suprir a demanda”, diz a nota divulgada pela instituição.
 
Entre os dias 30 de maio e 7 de junho, a caixa com 30 dúzias do ovo branco tipo extra teve alta de 23% na referência baseada no polo produtor de Bastos (SP). O valor médio foi de R$ 86,01. No mesmo período, a caixa de 30 dúzias do ovo tipo extra vermelho aumentou 22%, cotada a R$ 98,16 também no município paulista.