Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
30ºmax
18ºmin
Notícias

Exportações de milho aumentam 14,9% em novembro

06 dezembro 2010 - 00h00Por Agencia Safras

O mercado brasileiro de milho comemorou os bons resultados em exportações no mês de novembro. O preço se manteve firme, segundo informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e os embarques aumentaram 14,9% em relação ao mês de outubro.

De acordo com o analista da Consultoria Safras & Mercado, Paulo Molinari, o clima também foi alvo da atenção dos especialistas. "A expectativa com o tempo mais seco na região Sul manteve os produtores com menor intenção de venda", explica. No final do mês, a influência de venda de estoques por parte do governo também mereceu destaque. “Porém, o interesse geral foi pequeno, em função da pouca qualidade dos estoques”, afirma Molinari. Nesta quinta-feira (02/12), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), negociou um total de 405 mil toneladas ofertadas nos seis leilões, o equivalente a 30,59% da oferta.

Em números de exportações, o produto brasileiro rendeu US$ 401,7 milhões em novembro (20 dias úteis), com média diária de embarques de US$ 20 milhões. Em novembro do ano passado, as exportações totalizaram US$ 174,6 milhões, com média de US$ 8,7 milhões em embarques. A quantidade de milho exportado em novembro de 2010 foi de 1.825,2 mil toneladas, com média diária de 91,3 mil toneladas.

O preço médio obtido pela tonelada de milho em novembro de 2010 foi de US$ 220,1, valor 6,5% maior em comparação com os US$ 206,7 por tonelada registrados no mês anterior, e 37% maior do que os US$ 160,5 por tonelada da média de novembro de 2009.

No Paraná, os preços praticados ficaram em R$ 22,5/R$23,5 a saca, em Cascavel, no oeste do estado. No Rio Grande do Sul, em Erechim, a saca chegou ao valor de R$ 26/R$ 27. Em São Paulo, na Mogiana, os preços alcançaram R$ 26 a saca. Em Campinas, o preço foi de R$ 29/R$29,2 a saca. Em Minas Gerais, a saca foi cotada igual a R$ 26/R$ 27, em Uberlândia e, em Rondonópolis (MT), a R$ 16/R$19. Já em Goiás, Rio Verde, as indicações foram de R$ 22/23 a saca.