Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
32ºmax
17ºmin
Notícias

Exportações de carne bovina in natura voltam a crescer

05 abril 2010 - 00h00Por MDIC.

Em março de 2010, a balança comercial brasileira registrou, em 23 dias úteis, exportações de US$ 15,727 bilhões (média diária de US$ 683,8 milhões) e importações de US$ 15,059 bilhões, resultando num superávit (diferença positiva entre os valores exportados e importados) de US$ 668 milhões e numa corrente de comércio (soma das duas operações) de US$ 30,786 bilhões.

"O ritmo das importações está mais elevado, desde o início do ano", justificou o secretário de Comércio Exterior, Welber Barral. Ele explicou que, em função do maior dinamismo da atividade e as previsões consistentes para o crescimento pós-crise, já era esperada uma aceleração nas compras externas em 2010. "A própria estrutura cambial estimula, também, o aumento na importação", comentou ele, em relação à taxa de câmbio continuamente valorizada.

De acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, as importações cresceram 36% sobre o primeiro trimestre do ano passado, somando US$ 38,334 bilhões ante US$ 28,189 bilhões anteriores.

No mês, as exportações brasileiras, pelo critério da média diária, apresentaram crescimento de 27,4% sobre os embarques médios diários registrados no mesmo mês de 2009 (US$ 536,8 milhões). Em relação à performance média diária das vendas brasileiras a mercados estrangeiros em fevereiro deste ano (US$ 677,6 milhões), o crescimento foi de 0,9%.

As exportações no mês, pela média diária, registraram recorde histórico para meses de março. No período, houve crescimento dos embarques de produtos das três categorias em relação a março de 2009: semimanufaturados (+47,6%), básicos (+38%) e manufaturados (+13,6%).

No grupo de básicos, aumentaram os embarques de petróleo em bruto (+411,5%), farelo de soja (+40,2%), carne de frango (+32,9%), café em grão (+25,1%), carne bovina (+19,8%), soja em grão (+14,4%), carne suína (+9,7%) e minério de ferro (+3,6%).

Nos primeiros três meses de 2010, os embarques brasileiros para mercados estrangeiros acumularam US$ 39,229 bilhões, com média diária de US$ 643,1 milhões. Esse desempenho foi 25,8% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando a média diária das exportações chegou a US$ 511,1 milhões.

No trimestre cresceram as exportações de básicos (+32,8%), semimanufaturados (+29,6%) manufaturados (+17,9%).

Nas vendas internacionais de básicos houve aumento de petróleo em bruto (+235%), minério de cobre (+167,8%), carne bovina (+52,9%), carne de frango (+24,9%), farelo de soja (+20,4%), café em grão (+17,5%), carne suína (+7,3%) e minério de ferro (+6,4%).

Carne bovina in natura - Em março os exportadores brasileiros enviaram ao exterior 80.200 toneladas de carne bovina in natura, responsáveis pela receita de US$ 292,5 milhões.

Em relação aos resultados de fevereiro passado a receita cresceu 10,36% e o volume exportado teve aumento de 7,92%.

Na comparação com o mesmo período de 2009, o volume apresentou retração de 2,36%, porém a receita foi 25,20% maior. O preço médio da carne bovina in natura exportada também cresceu, registrando valorização de 28,23% em relação ao valor apurado em março de 2009.