Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
24ºmax
19ºmin
Notícias

Exportação sobe e carne fatura 24% mais no ano

03 agosto 2010 - 00h00Por Folha de S. Paulo, por Mauro Zafalon.

O setor de carnes continuou a recomposição das exportações no mês passado. Além de colocar um volume maior de produto no mercado externo, a indústria está obtendo preços melhores.

Com isso, as exportações "in natura" somaram US$ 6,2 bilhões até julho deste ano, 24% a mais do que de janeiro a julho de 2009.

A carne de frango mantém a liderança, e só em julho obteve receitas de US$ 543 milhões para as vendas "in natura". Esse valor superou em 21% o de igual período de 2009. O volume, ao somar 324 mil toneladas, teve alta de 12%, segundo a Secex.

A maior evolução percentual, no entanto, ficou para a carne bovina, que arrecadou US$ 408 milhões com as vendas de produto "in natura", 47% a mais do que em julho de 2009. O crescimento do volume foi de 24%.

Ao contrário das carnes de frango e bovina, a suína teve recuo no volume exportado, mas com crescimento das receitas. As exportações somaram US$ 100 milhões, e o volume ficou em 38 mil toneladas no mês passado.

A soja, líder nas exportações do agronegócio, teve perda de 5,2% nas receitas acumuladas deste ano. As exportações do produto em grãos caiu para US$ 8,4 bilhões no ano.

O mercado externo também não está favorável para o milho. As vendas externas recuaram para US$ 463 milhões neste ano, 23% menos do que em 2009.

A fraqueza das exportações do cereal impede uma recuperação interna dos preços, o que é prejudicial aos produtores.