Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
24ºmax
18ºmin
Notícias

Encontrado segundo foco de ferrugem asiática em Mato Grosso

18 novembro 2009 - 00h00Por Folha do Estado, por Vívian Lessa

Foi constatado o segundo foco da ferrugem asiática nas lavouras de soja de Mato Grosso da safra 2009/2010, sendo o primeiro registrado em área comercial. Dessa vez, a doença se manifestou em uma plantação no município de Pedra Preta (distante 238 km de Cuiabá). O primeiro foco da ferrugem asiática foi constatado na área urbana de Campo Verde.

A informação consta no Sistema de Alerta Antiferrugem, disponível no site da Aprosoja/MT (Associação dos Produtores de Soja do Estado de Mato Grosso). Segundo o gerente técnico da Aprosoja, Luiz Nery Ribas, a ferrugem apareceu mais cedo no Estado e demonstra que o custo da safra também poderá ser maior do que a do ano anterior, devido aos gastos com defensivos agrícolas. “Temos que redobrar a atenção e o monitoramento no campo, já que a chuva veio mais cedo e com intensidade para esta safra”, revela ele.

No ano passado, o primeiro caso havia sido confirmado no início de dezembro em uma unidade de alerta no município de Canarana, região Leste. O Sistema de alerta é uma das ferramentas do projeto Antiferrguem da Aprosoja-MT que está na terceira edição. A novidade este ano é que os supervisores de campo da associação também estão capacitados para diagnosticar outras doenças que ocorrem nas lavouras de soja, como por exemplo, antracnose, mancha alvo, mela, entre outras. Os produtores podem levar amostras nos mini-laboratórios nos 18 núcleos onde a associação possui núcleo.

Na safra 2008/2009 foram analisadas 3.183 amostras de folhas de soja de 53 municípios, sendo que em 329 amostras foram confirmados os casos de ferrugem asiática. O número de amostras foi 59% superior em relação à safra anterior, quando foram analisadas 1.881 amostras de 33 municípios, sendo 302 confirmados com a presença da doença