Menu
Busca segunda, 29 de novembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
23ºmin
PRAGA

Embrapa ensina como combater a broca-da-erva mate

A melhor forma de combater a broca é com o uso do inseticida biológico Bovemax, desenvolvido em parceria entre a Embrapa Florestas e a empresa Novozymes

26 outubro 2021 - 11h54Por Embrapa

A broca-da-erva-mate (besouro corintiano) é uma praga que pode prejudicar bastante o desenvolvimento do erval, e novembro é um dos meses mais importantes para controlar esta praga. Para melhor orientar os produtores sobre o assunto, Embrapa Florestas e Cogemate, em parceria com diversas instituições, estão realizando uma campanha junto aos produtores de erva-mate para que estejam atentos às formas de controle da praga.

A melhor forma de combater a broca é com o uso do inseticida biológico Bovemax, desenvolvido em parceria entre a Embrapa Florestas e a empresa Novozymes. Novembro e fevereiro são os meses de aplicação e, por isso, os produtores devem estar atentos. 

No site da Embrapa Florestas os produtores encontram informações sobre a praga e orientações sobre como encontrar o produto. Além disso, em 25/10 foi realizado um evento on-line com diversas informações sobre o controle da broca-da-erva-mate, com a participação de Susete Chiarello Penteado, pesquisadora da Embrapa Florestas; Naldo Vaz, presidente do Cogemate; e Marcio Miranda Domingos, representante da Novozymes. A gravação também está disponível na página.

"Mais do que um produto comercial, o Bovemax é o único desenvolvido exclusivamente para erva-mate e com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento", ressaltou Naldo Vaz. "Os produtores devem estar atentos", ressalta a pesquisadora Susete Chiarello Pentendo, "pois outros produtos à base do mesmo biológico não atendem às necessidades da erva-mate e seu uso, além de não ser permitido por não terem registro junto ao Mapa, pode representar prejuízo por não combater adequadamente a broca".

Durante o mês de outubro, novos materiais de divulgação sobre o combate à broca-da-erva-mate devem ser disponibilizados aos produtores. A campanha é uma realização da Embrapa Florestas e Conselho Gestor da Erva-mate do Alto Iguaçu (Cogemate), com apoio do IDR Paraná, Adapar, Seab Paraná, Epagri, Cidasc e Agraer.