Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
36ºmax
22ºmin
Notícias

De olho na produtividade do milho de segunda safra 2017/2018

04 junho 2018 - 23h23Por Scot Consultoria

Levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral) aponta que, até o dia 21 de maio, 1% da área semeada com milho de segunda safra (2017/2018) tinha sido colhida no Paraná. A área com a cultura diminuiu 11,1% nesta temporada, em relação à passada, e a produtividade deverá ser 15,3% menor, em função, principalmente, da falta de chuvas no estado.

Com isso, a produção paranaense está estimada em 10,0 milhões de toneladas na safra de inverno, 24,7% menos quer o colhido anteriormente. Ainda segundo o Deral, 20,0% das lavouras no estado estão em condições ruins, 44,0% em condições medianas e 36,0% em condições ruins. No Mato Grosso, a área de milho de segunda safra diminuiu 3,6% em 2017/2018, em relação à safra passada, totalizando 4,6 milhões de hectares.
 
Os números são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A produtividade média deverá ser 10,1% menor e a produção no estado deverá recuar 13,4% frente a 2016/207, somando 26,4 milhões de toneladas. A menor oferta prevista para este ciclo no país, devido às condições climáticas adversas (principalmente no Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais), tem dado sustentação às cotações no mercado interno. Além disso, a greve impactou na disponibilidade imediata do grão e “ajudou” a travar os negócios neste final de maio.  A expectativa é de que o cenário siga firme até a colheita da segunda safra ganhar força no país, ou seja, até meados de junho.