Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
31ºmax
19ºmin
Notícias

Curso online em Boas Práticas Agropecuárias oferecido pelo Estado consolida sustentabilidade em MS

10 abril 2018 - 18h49Por Marcelo Armôa – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricul

Parceria firmada entre o Governo do Estado e a Embrapa Gado de Corte para o oferecimento do curso online em Boas Práticas Agropecuárias (BPA), consolida a produção sustentável como o modelo de desenvolvimento adotado pela administração estadual. A assinatura ocorreu na manhã desta terça-feira (10.4), no Gabinete Itinerante implantado no estande do Governo do Estado na Expogrande,

 
“Essa é uma parceria fundamental da Embrapa com a nossa Escola de Governo para a qualificação dos produtores que desejam se habilitar para o Precoce MS. Esse é um programa de sucesso que já conta com mil propriedades cadastradas e que agora deve avançar com a qualificação de mais pessoas, numa plataforma moderna”, comentou o governador Reinaldo Azambuja.
 
O Acordo de Cooperação Técnica foi assinado por ele; pelos secretários de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, e de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel; pelo Chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Ronney Mamede; pelo presidente da Fundação Escola de Governo de Mato Grosso do Sul, Wilton Maiolino; e pelo chefe-Geral da Embrapa Gado de Corte, Ronney Mamede.
 
O curso online em BPA é totalmente gratuito, modular, com carga horária de 30 horas e 60 dias para ser concluído. Ele é uma das exigências feitas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), para que o produtor rural se habilite a participar do Precoce MS e usufrua dos benefícios oferecidos pelo programa. Por meio do Acordo de Cooperação Técnica, a Embrapa, responsável pelos estudos que deram origem ao protocolo de Boas Práticas Agropecuárias, coloca todo o conteúdo do BPA à disposição da Fundação Escola de Governo para o oferecimento da capacitação na modalidade EaD.
 
O secretário Jaime Verruck lembra que o curso online em BPA “pode ser feito por qualquer pessoa interessada em Boas Práticas Agropecuárias. Esse é um modelo que inicialmente implantamos no Precoce MS, mas que agora norteia as políticas públicas de fomento no setor agropecuário. Estamos consolidando as técnicas de produção sustentável como o modelo para o desenvolvimento econômico de Mato Grosso do Sul”.
 
Precoce MS
O titular da Semagro também comentou os números atuais do Precoce MS. Inicialmente, a meta do Governo do Estado era de abater 100 mil animais por meio do Precoce MS. “O programa deu tão certo que já estamos com 455 mil animais abatidos, sendo que destes, 386 mil foram classificados como precoce, num sistema rigoroso e altamente controlado feito por três empresas independentes que fazem a classificação e tipificação das carcaças”, informou.
 
Atualmente, o Precoce MS conta com 1.046 produtores cadastrados, 483 profissionais e técnicos devidamente capacitados pela Semagro, CRMV-MS e Embrapa e 11 frigoríficos habilitados (com outros cinco em processo de habilitação).
 
Curso online e BPA
O curso foi desenvolvido pela equipe da Fundação Escola de Governo (Escolagov), em parceria com a Embrapa Gado de Corte, sob responsabilidade do professor Ezequiel Rodrigues do Valle. No primeiro módulo são abordados temas como importância e definição do Programa Novilho Precoce, oportunidades para o produtor e verificação, parcerias e resultados.
 
De acordo com a gerente de qualificação e formação da Escolagov, Silvana Marchini Coelho, o conteúdo é apresentado de forma interativa e após a finalização de cada módulo, será apresentado um “quiz” com três perguntas de múltipla escolha, e um questionário com cinco perguntas sorteadas a partir de um banco de questões.
 
No módulo 2 o tema abordado será a sustentabilidade. Questões como gestão ambiental, gestão social e gestão econômica serão colocadas de forma mais personalizada aos participantes. Já o módulo 3 será direcionado à questão de infraestrutura: Geral, de Confinamento e de Armazenamento de insumos.
 
O quarto módulo será composto por três aulas. Na aula 1: Bem-estar animal, detalhando questões como formação, recuperação e manejo de pastagens. Aula 2: Suplementação Animal dentro da abordagem de identificação animal e controle sanitário e aula 3: Manejo Reprodutivo.
 

Leia Também

STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Repercussão geral
STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Fim dos Conflitos
Câmara aprova projeto que regulamenta demarcação de terras indígenas
Aprovado o mérito na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o substitutivo ao PL 490/2007 aguarda análise dos destaques para seguir ao Plenário
Notícias
Cai diferença entre valor da arroba e carne no atacado
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida
Análise
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida