Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
33ºmax
20ºmin
Notícias

Contratações do FCO somam quase 1 bilhão e em 2011 deve aumentar

07 dezembro 2010 - 10h22Por Rural News MS
Contratações do FCO somam quase 1 bilhão e em 2011 deve aumentar

As contratações do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste
(FCO) em 2010 já ultrapassam os índices do ano passado, conforme relatório
das instituições repassadoras do Fundo em Mato Grosso do Sul. Conforme
demonstrativo do Banco do Brasil e Sicredi, até novembro desse ano R$ 821
milhões já foram contratados. Em contrapartida, o fechamento das operações
em 2009 somou R$ 813,5 milhões. Só na Reunião Ordinária realizada no último dia  (2), outros R$ 56,2 milhões foram anuídos entre 128 cartas-consulta analisadas. A expectativa é que as aplicações superem o montante de R$ 1 bilhão esse ano no Estado.

Os recursos são destinados à expansão e modernização dos empreendimentos produtivos existentes e a serem atraídos para o Estado, os pedidos de financiamento junto ao FCO passaram a ser analisados com uma nova dinâmica e por isso cresceram em volume e valores. Só até outubro desse ano 10.778 operações já haviam sido realizadas no valor de R$ 796,3 milhões - 2009 fechou com 10.583 operações no valor de R$ 813,5 milhões.

Nesta segunda-feira um convênio entre o Banco do Brasil (BB) e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) vai ampliar a oferta de recursos para Mato Grosso do Sul por meio do FCO (Fundo Constitucional do Centro Oeste), para 2011. Serão beneficiados principalmente os pequenos produtores rurais e micro e pequenas empresas que atuam nos setores agropecuário, industrial, agroindustrial, turístico, comercial e de serviços.


A solenidade contou com a presença do governador André Puccinelli (PMDB), o diretor presidente do BRDE, José Moraes Neto, O diretor de Governo do BB, Paulo Roberto Lopes Ricci, a secretária de Produção Tereza Cristina, o Superintendente de Industria e Comércio, Jonathas Camargo, dentre outras outras autoridades