Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
Busca
(67) 99826-0686
Campo Grande
31ºmax
18ºmin
Notícias

Composto Bovino oferece carne de qualidade

10 dezembro 2010 - 00h00Por Portal do Agronegócio

Velocidade no ganho de peso, rendimento de carcaça, prolificidade e precocidade sexual. Essas são as características herdadas pela raça Purunã dos cruzamentos realizados entre quatro espécies bovinas pelo Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR). Voltada para a produção de qualidade, um animal de 15 meses chega a render 18 arrobas de carne, um resultado positivo devido ao sistema intensivo de produção no período de terminação.

De acordo com o pesquisador do IAPAR de Ponta Grossa, o zootecnista José Luiz Moletta, a avaliação dos cruzamentos entre raças começou em 1980 e o trabalho tinha como objetivo a análise de duas possibilidades: sistemas rotacionados entre machos e fêmeas puros Charolês e Caracu e Red Angus e Canchim. O pesquisador conta que, em 1995, já era possível detectar a formação de uma nova população bovina. Foram iniciados, então, os cruzamentos entre os bimestiços Charolês/Caracu e Red Angus/Canchim, que resultaram no composto Purunã.

O Purunã tem na sua composição sanguínea 40% de Charolês, 25% de Red Angus, 25% de Caracu e em torno de 10% de Zebuínos, que vem da composição do Canchim. É um gado de porte médio que agrega características importantes das quatro raças. Por conta do Canchim e do Caracu, por exemplo, é um animal bastante adaptável, com condições de ser criado em diferentes regiões do país devido à sua composição genética que oferece a rusticidade atribuída a essas duas raças — exalta José Luiz Moletta.

Usado tanto para cruzamento industrial quanto para a formação de plantéis, o Purunã pode oferecer resultados imediatos caso o pecuarista opte pela passagem da fase de cria em sistema extensivo para o regime intensivo no acabamento. O sêmen é disponibilizado pela IAPAR e a intenção da entidade é multiplicar a criação nas propriedades do Estado do Paraná. A comercialização de tourinhos também pode ser realizada e, caso o pecuarista decida formar um plantel da raça, o IAPAR oferece assistência técnica.