Menu
Busca sexta, 25 de junho de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
30ºmax
19ºmin
Notícias

CMN libera R$ 7 bilhões para crédito livre por bancos rurais

01 dezembro 2017 - 00h00Por EBC

O Banco do Brasil (BB) e outras instituições financeiras que operam a poupança rural poderão conceder R$ 7 bilhões em crédito para pessoas físicas e jurídicas. O Conselho Monetário Nacional (CMN) redirecionou recursos captados da poupança rural para o BB, as cooperativas de crédito e os bancos cooperados emprestarem livremente.

O CMN reduziu de 65% para 60% a fatia dos depósitos em poupança rural que as instituições financeiras são obrigadas a destinar ao crédito rural (agrícola e pecuário). Em troca, elevou de 14% para 19% - também da poupança rural – o percentual que elas podem aplicar de forma livre.

O chefe do Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações de Crédito Rural do Banco Central, Cláudio Figueiras, disse que a redução do direcionamento da poupança rural foi possível porque outras fontes de crédito para a agropecuária cresceram. Dessa forma, o total de crédito para os produtores rurais será mantido, liberando o dinheiro para o crédito livre.

Em junho, o CMN tinha elevado a parcela dos depósitos à vista e dos recursos aplicados em Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) que devem ser destinadas ao crédito rural. Com isso, segundo Figueiras, uma parcela dos depósitos de poupança rural estava empoçada, destinada a empréstimos para a agropecuária, mas sem demanda.

“A redução se destina a readequar o fluxo de recursos do Sistema Financeiro Nacional à demanda do setor rural. Com isso, o percentual que as instituições financeiras captadoras de poupança rural podem aplicar livremente também foi ajustado”, informou o Banco Central em nota.
 

Leia Também

STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Repercussão geral
STF deve julgar ação de demarcação de terras indígenas no dia 30
Fim dos Conflitos
Câmara aprova projeto que regulamenta demarcação de terras indígenas
Aprovado o mérito na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o substitutivo ao PL 490/2007 aguarda análise dos destaques para seguir ao Plenário
Notícias
Cai diferença entre valor da arroba e carne no atacado
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida
Análise
Com mercado do boi gordo em banho-maria, estabilidade nos preços da arroba é mantida