Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
38ºmax
22ºmin
Mercado da carne

Boi gordo: queda no preço da arroba

14 setembro 2021 - 10h55Por Scot Consultoria | Portal DBO
Boi gordo: queda no preço da arroba

Em São Paulo, o início desta semana foi calmo, com parte dos frigoríficos fora das compras na última segunda-feira (13/9), aguardando uma definição do mercado. Apesar disso, houve frigoríficos concretizando negócios com preços menores, apesar do baixo volume de compra.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo caiu R$2,00/@ no comparativo diário, e os preços de vaca e novilha gordas ficaram estáveis. Dessa forma, o boi gordo foi negociado em R$308,00/@, preço bruto e a prazo no estado.

No Sul da Bahia, os compradores ofertaram preços menores e também sem negócios concretizados.

Dessa forma, as referências para o boi, vaca e novilha gordos ficaram estáveis no comparativo dia a dia na região, em R$297,00/@, R$290,00/@ e R$294,00/@, respectivamente, preço bruto e a prazo.

No passado recente, quando houve a confirmação de um caso de vaca louca atípico no Brasil (em maio/19, no Mato Grosso), o preço do boi gordo em São Paulo recuou de R$ 153,15/@, no dia 31/05/19, para os R$ 144,85/@, em 07/06/19 – uma retração de 5,42%, relembra a Agrifatto.

“Na ocasião, o valor da arroba demorou cerca de 25 dias para recuperar o mesmo patamar (de R$ 153)”, informa a consultoria.

Nos três primeiros dias úteis de setembro/21, 31,53 mil toneladas da proteína foram destinadas aos portos, resultando em uma média diária de 10,51 mil toneladas, 55% superior à média diária de setembro/20, segundo informa a Agrifatto, com base nos dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

O preço pago pela proteína bovina brasileira no mercado internacional se valorizou 2,46% na última semana, sendo negociada na casa dos US$ 5,81 mil/toneladas.

Com isso, a receita obtida com as vendas externas ficou em US$ 183,51 milhões, resultando em uma média diária de US$ 61,17 milhões, 120% superior aos números finais de setembro/20.

No mercado atacadista, os preços dos principais cortes bovinos, assim como do couro e sebo industrial. permaneceram estáveis nesta segunda-feira.

Segundo a IHS, a demanda dos consumidores por proteína bovina atendeu à expectativa do setor durante o final de semana, mostrando forte recuperação.

Cotações máximas desta segunda-feira, 13 de setembro, segundo dados da IHS Markit:

SP-Noroeste:
boi a R$ 310/@ (prazo)
vaca a R$ 300/@ (prazo)

MS-Dourados:
boi a R$ 308/@ (à vista)
vaca a R$ 300/@ (à vista)

MS-C.Grande:
boi a R$ 310/@ (prazo)
vaca a R$ 302/@ (prazo)

MS-Três Lagoas:
boi a R$ 310/@ (prazo)
vaca a R$ 300/@ (prazo)

MT-Cáceres:
boi a R$ 300/@ (prazo)
vaca a R$ 292/@ (prazo)

MT-Tangará:
boi a R$ 302/@ (prazo)
vaca a R$ 293/@ (prazo)

MT-B. Garças:
boi a R$ 300/@ (prazo)
vaca a R$ 289/@ (prazo)

MT-Cuiabá:
boi a R$ 299/@ (à vista)
vaca a R$ 286/@ (à vista)

MT-Colíder:
boi a R$ 298/@ (à vista)
vaca a R$ 290/@ (à vista)

GO-Goiânia:
boi a R$ 298/@ (prazo)
vaca R$ 290/@ (prazo)

GO-Sul:
boi a R$ 300/@ (prazo)
vaca a R$ 292/@ (prazo)

PR-Maringá:
boi a R$ 300/@ (à vista)
vaca a R$ 290/@ (à vista)

MG-Triângulo:
boi a R$ 308/@ (prazo)
vaca a R$ 300/@ (prazo)

MG-B.H.:
boi a R$ 306/@ (prazo)
vaca a R$ 300/@ (prazo)

BA-F. Santana:
boi a R$ 298/@ (à vista)
vaca a R$ 288/@ (à vista)

RS-Porto Alegre:
boi a R$ 305/@ (à vista)
vaca a R$ 300/@ (à vista)

RS-Fronteira:
boi a R$ 305/@ (à vista)
vaca a R$ 300/@ (à vista)

PA-Marabá:
boi a R$ 295/@ (prazo)
vaca a R$ 288/@ (prazo)

PA-Redenção:
boi a R$ 294/@ (prazo)
vaca a R$ 288/@ (prazo)

PA-Paragominas:
boi a R$ 298/@ (prazo)
vaca a R$ 285/@ (prazo)

TO-Araguaína:
boi a R$ 298/@ (prazo)
vaca a R$ 287/@ (prazo)

TO-Gurupi:
boi a R$ 295/@ (à vista)
vaca a R$ 287/@ (à vista)

RO-Cacoal:
boi a R$ 295/@ (à vista)
vaca a R$ 294/@ (à vista)

RJ-Campos:
boi a R$ 299/@ (prazo)
vaca a R$ 283/@ (prazo)

MA-Açailândia:
boi a R$ 288/@ (à vista)
vaca a R$ 284/@ (à vista)

Leia Também

Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Coronavírus
Decreto revoga limitação de lotação em eventos, mas mantém Regime Especial de Prevenção
Mercado Externo
Arábia Saudita retoma importação de frigoríficos de MG após embargo de 10 dias
As compras haviam sido suspensas no dia 6, após a confirmação de um caso atípico do "mal da vaca louca" no Estado
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Meio Ambiente
Seca no rio Paraguai segue crítica e chuvas devem ser insuficientes na primavera
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados
Feiras & Eventos
Expoagro: secretário Riedel e ministro do Turismo visitam feira em Dourados