Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
Busca
(67) 3345-4200
Campo Grande
27ºmax
18ºmin
Notícias

Bienal reúne setor para discutir as perspectivas do agronegócio

12 agosto 2013 - 18h37Por MAPA
A Bienal dos Negócios da Agricultura, que está sendo realizada em Cuiabá (MT), tem como objetivo discutir com o setor as perspectivas do agronegócio. Elas são divididas em eixos de discussões como política agrícola, logística, sucessão familiar, mão de obra, biotecnologia, entre outros. A região Centro-Oeste do país é referência no agronegócio brasileiro e é decisiva para o PIB, para a geração de empregos e exportações no país. O setor irradia oportunidades e renda para toda a economia e é a base do desenvolvimento brasileiro.
 
Com questões conjunturais que impactam diretamente o setor produtivo, o evento está proporcionando ao produtor rural não apenas ver os gargalos existentes dentro e fora do campo, mas os caminhos para encontrar as soluções.
 
Para o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, que participa do evento, o Centro-Oeste vem superando as expectativas na produção de grãos apresentando ao país safras recordes. Durante o evento, o secretário intensificou a divulgação do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2013/14, no qual o Governo Federal junto ao Mapa trabalha em prol do desenvolvimento do setor do agronegócio no Brasil.
 
“Por meio de discussões com o setor, o PAP foi elaborado para suprir as necessidades primordiais do produtor, garantindo o crescimento da agricultura no país. Isso reflete no aumento dos recursos disponibilizados nas linhas de créditos de R$ 115 bilhões para R$ 136 bilhões”, ressaltou Geller.
 
Na opinião do diretor executivo da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, é preciso redobrar os esforços conjuntos para que a região Centro-Oeste se mantenha na liderança da produção agrícola do país. “Hoje, o Centro-Oeste brasileiro é líder na produção de grãos e a gente quer continuar com esse título. Isso vai exigir cada vez mais esforços, não só do ponto de vista de tecnologia, mas do ponto de vista de aquisição de conhecimento e informação”, afirmou Rui Prado.
 
Bienal
A Bienal é organizada pelas quatro Federações da Agricultura e Pecuária dos Estados que compõem a região Centro-Oeste - Famato (MT), Famasul (MS), Fape (DF) e Faeg (GO).